"> DOENÇAS REUNÁTICAS A - ASTROLOGIA CÁRMICA | Bloguez.com - Bloguez.com
 

 DOENÇAS REUNÁTICAS AUTO-IMUNE

14/10/2009

 

Reumatologia - Doenças Auto-Imune

Tendinites e Bursites os males deste século...

 

O que é Tendinite?

Tendinite é a inflamação ou irritação de um tendão. Tendões são espessas cordas fibrosas que prendem os músculos aos ossos. Eles servem para transmitir a força de contração muscular necessária para mover um osso.

O que é Bursite?

Bursite é a inflamação ou irritação de uma "bursa". Esta é de um pequeno saco localizado entre o osso e outras estruturas móveis, como músculos, pele, ou tendões. Ela permite e facilita um melhor deslizamento entre as estruturas. Desde que os tendões e as bursas estão localizados próximas articulações, qualquer processo inflamatório nestes tecidos moles será percebido freqüentemente por pacientes como dor na articulação e, equivocadamente como artrite. Os sintomas são semelhantes:

Dor e rigidez, agravadas por movimento.

Dor principalmente noturna.

Inchação local pode acontecer.

Qualquer tendão ou bursa no corpo humano pode ser afetado, mas aqueles localizados nos ombros, cotovelos, punhos, dedos, quadris, joelhos, tornozelos e pés, são os mais freqüentes. Tendinites e bursites são condições normalmente temporárias, mas podem se tornar crônicas e, ao contrário da artrite, eles não causam deformidade.

Causa

A causa mais comum de tendinites e bursites é o trauma local ou "overuse" (excesso) durante trabalho ou jogo, particularmente se o paciente tem um mau condicionamento físico, má postura, ou usa o membro afetado em uma posição forçada e desajeitada. Ocasionalmente uma infecção dentro da bursa ou ao redor do tendão será responsável pela inflamação. Tendinites e bursites podem estar associadas com outras doenças como Artrite Reumatoide, Gôta, ou Artrite Psoriásica, inclusive, existe uma maior freqüência nas Artrites Reativas.

Impacto na Saúde

Os problemas de ordem músculo-esquelética são comuns para pessoas de todas as idades, sendo uma das grandes causas de afastamento do trabalho.

Diagnóstico

O diagnóstico de uma tendinite e/ou uma bursite requer uma história médica cuidadosa e principalmente um exame físico bem feito. Somente assim podemos avaliar a real condição do paciente e planejar um tratamento específico Radiografias podem ser úteis para excluir anormalidades ósseas. Deve ser salientado que tendões e bursas não são visíveis em radiografias, no entanto o uso da ultra-sonografia e, mais recentemente da ressonância nuclear magnética trouxeram um auxílio extremamente importante na definição do local e grau da lesão Aspiração com agulha do local pode ser necessária para excluir infecção (artrite séptica), ou mesmo gôta. Exames laboratoriais podem ajudar em caso de alguma outra doença de base, como por exemplo, Artrite Reumatoide ou Diabetes, mas normalmente, não são necessários para diagnosticar a maioria dos casos.

Tratamento

O tratamento destas duas condições está baseado na causa em si. Em casos de "overuse" ou trauma, o repouso é útil. Posicionamento correto durante atividades traumatizantes é importante para prevenir lesões reincidentes. Um adequado aquecimento prévio e cuidar da postura é fundamental. O uso de "splints" (talas de plástico) na área afetada como imobilização, calor úmido, e outras modalidades de terapia física ajudam na melhoria da dor aguda. Os anti-inflamatórios ajudam no controle do processo inflamatório. Corticosteroides, seja como infiltração da área afetada, ou de uso sistêmico, podem ser úteis. Se uma infecção está presente, um antibiótico é necessário. A intervenção cirúrgica de tendinites ou bursites é infreqüente. Uma vez controlado o ataque agudo, deve ser iniciado o trabalho de prevenção e/ou correção dos fatores causais. Melhora da ergonomia, da qualidade muscular, e principalmente, da auto-estima, são fundamentais no sentido de prevenir novas lesões e/ou recorrências das antigas.

O papel do Reumatologista no tratamento de Tendinites e Bursites

A maioria dos casos de tendinites e bursites são auto limitados, mas se por um acaso, aquela lesão / dor não está evoluindo a contento, o reumatologista, como o perito em patologias musculo-esqueléticas não cirúrgicas, é o profissional mais indicado para avaliar e tratar estas doenças.

Autor: Dr. Marcelo Cruz Rezende - reumatologista / MS

Baseado em texto da "Arthritis Foundation".

www.reumatologia.com.br

Category : SAÚDE, ENERGIA, CIÊNCIAS ALTERNATIVAS Print

| Contact author |