"> MITOLOGIA HINDU - ASTROLOGIA CÁRMICA | Bloguez.com - Bloguez.com
 

 MITOLOGIA HINDU (final)

11/7/2011


PARVATI

É a Mãe do Universo e consorte de Shiva. Simboliza a disciplina, a renúncia, o esforço que leva o devoto ao Conhecimento.

DURGÁ

Representa o aspecto feroz de Parvati. Montada em um leão ou tigre.

Tem 12 ou 18 braços e em cada mão tem armas dadas pelos deuses.

Seu objetivo é ser implacável com os demônios que representam nosso ego e nossa ignorância.

Ela nos mostra que devemos ser decididos na destruição de tudo que nos impede de percebermos nossa verdadeira natureza divina.

KÁLI

Aspecto mais feroz ainda de Parvati. Tem língua roxa, não usa roupa e seu corpo é coberto pelos longos cabelos negros. Usa um colar de caveira, tem quatro braços e leva em cada mão armas de destruição e uma
cabeça sangrando. É a devoradora do tempo.

LAKSHMI

Ela é muito popular na Índia, sendo considerada a mais próxima dos seres humanos. Quer o bem estar de todos sem se preocupar com suas ações ou seu passado.

Surgiu das águas cósmicas, da eternidade.

É a consorte de Vishnu.

Simboliza a riqueza material e espiritual, representando o nosso universo ilusório.

Usa um sari vermelho, que simboliza rajas, a ação para manter a vida, tem muitas jóias e moedas de ouro, que representam a riqueza e a prosperidade.

É apresentada sobre um lótus, símbolo do conhecimento.

SARÁSVATI

É associada à fertilidade, à purificação, à fala, à linguagem e à palavra.

É considerada a personificação de todos os conhecimentos, artes, ciências e letras. Sem ela Brahmá, seu consorte, não poderia ter criado o mundo.

Usa um sari branco (a pureza do conhecimento), está sentada em um lótus branco (o conhecimento) ou numa pedra (a base sólida na busca do conhecimento). Possui sempre ao seu lado um cisne (discernimento) ou um pavão
(silêncio necessário para escutar, refletir e meditar).

Possui quatro braços e em cada mão um mala (disciplina da meditação), vina (o som, o chamado à busca do Conhecimento) e os Vedas (o ensinamento).

GANESHA

Ganesha é o menino com cabeça de elefante, sendo a mais popular e querida deidade hindu.

É o filho de Shiva e Parvati.

É reverenciado antes de toda e qualquer atividade, estando presente nas portas dos templos e das casas. É o removedor dos obstáculos.

A cabeça de elefante representa a grande disposição para escutar, refletir e meditar; a tromba representa o discernimento; os quatro braços representam os quatro instrumentos internos (ego, memória, mente e
intelecto); nas suas mãos há o machado (desapego), a corda (devoção), doces
(a alegria na busca do conhecimento) e o gesto de abhaya mudrá (fé e coragem
na busca). O rato que sempre aparece junto representa o desejo, mantido sob
controle.

por Esmeralda Radja 

www.espiritbook.com.br

mitologia hindu astrocarmica

Category : RELIGIÕES, RITUAIS, ORAÇÕES, MEDITAÇÕES, REFLEXÕES Print

| Contact author |