"> UFOLOGIA - SERES REPTILIANOS NO PLANETA - ASTROLOGIA CÁRMICA | Bloguez.com - Bloguez.com
 

 UFOLOGIA - SERES REPTILIANOS NO PLANETA TERRA

14/12/2010

 

 

Você está pronto para isso? Eu gostaria que eu não tivesse que introduzir a informação que se segue porque ela complica a história e abre-me ao ridículo público. Mas banqueteie-se disso. Se isto é onde a evidência me leva, isto é onde eu irei sempre.
 

Eu não penso que os Anunnaki dos Tabletes Sumérios e os Marcianos brancos propostos no cenário de Brian Desborough são os mesmos povos, apesar de poder existir uma conexão genética entre eles. Juntando a massa de evidências, visões, pesquisa e opiniões, que eu tenho lido ou escutado quase todos os dias nesses últimos anos, eu sinto que os Anunnaki são uma raça de uma espécie genética reptiliana. Na pesquisa ufológica eles tornaram-se conhecidos como reptilianos. Nem eu estou sozinho com esta visão. Pessoalmente eu tenho estado espantado por quantas pessoas hoje estão abertas a essas possibilidades e, certamente, estão chegando às mesmas conclusões através de suas próprias pesquisas. Entre esses incluem-se muitos que iriam gargalhar dessa idéia há pouco tempo atrás. O Dr. Arthur David Horn, um ex-professor de antropologia biológica da Universidade Estadual do Colorado em Fort Collins, inicialmente acreditava enfaticamente na versão Darwinista da evolução humana, o desenvolvimento lento da espécie humana via princípio da sobrevivência do mais adaptado. Puramente sob o peso de evidência e de sua própria experiência, ele está agora convencido que a humanidade foi semeada por extraterrestres e que uma raça reptiliana controlou o planeta por milhares de anos e continua a fazer isso hoje em dia. Este é o meu ponto de vista, apesar de eu ter tomado um caminho de vida bastante diferente para chegar a essas mesmas conclusões. A pesquisa do Dr. Horn está detalhada no seu excelente livro, Origens Extraterrestre da Humanidade  no qual ele sugere que aqueles que os tabletes sumérios chamam de Anunnaki são esta raça reptiliana, outro ponto em que nós concordamos. O famoso astrofísico britânico, Fred Hoyle, disse em uma conferência de imprensa em Londres já em 1971 que o mundo era controlado por uma força que podia se manifestar de muitas formas. “Eles estão em toda parte”, ele disse aos jornalistas estupefatos, “no céu, no mar e na terra...”. Ele disse que ‘eles’ controlavam a humanidade através da mente. Eu sei que isso soa extremamente bizarro, mas você precisa ler completamente O Maior Segredo para ver a grande quantidade de evidências que suporta isso. Se você desistir agora ou após alguns capítulos porque seu sistema de crença ficar sobrecarregado, isto é escolha sua, mas você irá perder a oportunidade de ver que aquilo que é quase histericamente inacreditável é na realidade verdadeiro.

 

Quanto mais eu junto quantidades incríveis de informação, mais parece a mim que nós estamos falando de duas situações distintas que andam lado a lado. Existiram outras raças extraterrestres espalhadas na Terra, e ainda existem, assim como a raça extraterrestre que os sumérios chamavam de Anunnaki e outros textos antigos chamavam de a raça da serpente. Pode até ser que alguma das outras raças foram para a guerra contra os Anunnaki reptilianos. Textos antigos registram essas ‘guerras dos deuses’ em todo o mundo e eles podem incluir conflitos entre diferentes raças extraterrestres assim como aquelas descritas nos tabletes sumérios que aparentemente envolvem facções anunnaki brigando entre si. Existem hoje muitos registros modernos de pessoas que dizem ter visto pessoas tipo humanóides cujas peles e faces parecem lagartos e sapos com grandes olhos protuberantes. Jason Bishop III (um pseudônimo), um investigador do fenômeno extraterrestre, diz que os reptilianos são na maioria bem mais altos que os humanos e têm sangue frio como os répteis da Terra. Eles aparentam ser muito menos sensíveis emocionalmente do que os humanos e a maioria tem grande dificuldade de expressar amor, apesar de eles serem extremamente inteligentes e terem uma tecnologia muito avançada. Devo dizer que isto é uma excelente descrição das atitudes e comportamento da Irmandade que controla o mundo hoje. A descrição moderna dos reptilianos casa com as descrições de muitos ‘deuses’ do mundo antigo nos textos que sobreviveram e nas lendas. A cultura Ubaid existiu entre 5.000 e 4.000 anos AC, inclusive antes da Suméria, onde é agora o Iraque e os figurinos de seus deuses são claramente representações de humanóides em forma de répteis e de lagartos. Você pode ver o figurino de um Ubaid lagarto segurando um bebê lagarto em uma parte de uma pintura. A região onde as culturas Ubaid-Suméria emergiram é fundamental para toda essa história e os figurinos Ubaids mostram fisicamente as descrições dos ‘deuses’ que dominaram muitas sociedades antigas.

 

As culturas centro-americanas tiveram seu deus de serpente alada, Quetzalcoatl; os índios Hopi tinham o deus de serpente emplumada, Baholinkonga, e a cultura nativa norte-americana esta repleta de imagens com serpente, incluindo a misteriosa elevação na forma de serpente em Ohio; os hindus falam dos deuses reptilianos, os Nagas (estes eram uma raça de ‘demônios’ na lenda hindu e seus nomes significam “Aqueles que não andam, mas rastejam”); os egípcios tinham seu deus serpente, Kneph, e os faraós eram freqüentemente desenhados com serpentes; os fenícios tinham Agathodemon, outra figura de serpente; as pessoas do voodoo têm um deus que eles chamam de Damballah Wedo, que é representado como uma serpente; e os hebreus tinham Nakhustan, a Serpente Bronzeada. O antigo deus britânico, conhecido como o Soberano-Dragão do Mundo, era chamado de HU e disto, com muita propriedade eu sugiro, nós obtivemos o termo hu-mano (hu-man). O símbolo do disco alado dos sumérios, que é encontrado em todo o mundo antigo, era normalmente apresentado com duas serpentes. O simbolismo da serpente e sua associação com os ‘deuses’ da antiguidade abunda em todo o mundo. O reverendo John Bathhurst Deane no seu livro A Adoração da Serpente , escreveu:

 

“...Um dos cinco construtores de Tebas (no Egito) teve seu nome derivado do deus-serpente dos fenícios, Ofion... O primeiro altar erigido para Cyclops em Atenas, era para ‘Ops’, a deidade-serpente... O culto simbólico da serpente era tão comum na Grécia, que Justin Martyr acusa os gregos de introduzi-lo nos mistérios de todos os seus deuses. Os chineses...são ditos supersticiosos na escolha de um lugar do solo para erigir uma casa para morar ou uma sepultura: conferiam isso com a cabeça, a cauda e os pés dos diversos dragões que vivem debaixo da Terra.”

 

A idéia de dragões que expelem fogo pelas narinas e de serpentes malévolas que aparecem nas lendas e nos textos de todo o mundo poderia facilmente originar-se dos ‘deuses’ reptilianos que então operavam abertamente há milhares de anos atrás. Estes eram o Povo da Serpente dos textos antigos, inclusive a Bíblia, onde a serpente é um tema regular. Obviamente, a serpente tem sido usada para simbolizar muitas coisas e nem toda referência será literalmente um réptil, certamente que não. Mas muitas delas são. Existe também um tema comum de um lugar sagrado que é guardado por uma serpente ou dragão. Nós temos a serpente no Jardim do Éden e o tema serpente/dragão é global. Os persas falavam de uma região de bem-aventurança e deleite chamada Heden, que era mais bela do que todo o resto do mundo. Ela foi a morada original do primeiro homem, eles diziam, antes que eles fossem tentados pelo mau espírito, na forma de uma serpente, para partilhar o fruto da árvore proibida. Existe também a Árvore Banyon sob a qual o ‘Jesus’ hindu, conhecido como Khrishna, sentou sobre uma serpente enrolada e distribuiu o conhecimento espiritual para a humanidade. Os gregos antigos tinham uma tradição das Ilhas dos Abençoados e o Jardim dos Hesperides onde crescia uma árvore que gerava as maças douradas da imortalidade. Este jardim era protegido por um dragão. Nos livros sagrados chineses existe um jardim no qual crescem árvores que dão o fruto da imortalidade e ele, também, era guardado por uma serpente alada chamada de dragão. Nos registros mexicanos antigos, suas versões da história da Eva envolve uma grande serpente macho . Outra lenda hindu fala da montanha sagrada de Meru, guardada por um dragão medonho. Constantemente nós observamos o mesmo tema de locais sagrados guardados por dragões amedrontadores e de um reptiliano ou um ser meio réptil-meio humano, que entrega conhecimento espiritual para os humanos.

 

 A espécie reptiliana tem uma conexão muito longa com a Terra, indo mais de 150 milhões de anos atrás até os dinossauros e além. Se quisermos entender a natureza real da vida nós precisamos libertar nossas mentes das amarras do condicionamento e compreender que o que nós vemos em volta de nós na Terra é apenas uma pequena fração das possibilidades. As espécies dos répteis, como os lagartos e cobras, são apenas uma forma da corrente genética reptiliana neste universo. Apesar dos dinossauros não serem todos répteis de sangue frio, como a pesquisa moderna mostrou, os répteis e os dinossauros estão fortemente relacionados pela aparência física e ambos tem produzido uma variedade espantosa de formas diferentes. Os dinossauros manifestaram-se de todas as formas, desde criaturas aladas, grandes e pequenas, até o Tyrannosaurus Rex, de oito toneladas. Queremos com isso dizer que a corrente genética réptil-dinossauro que pode produzir tal diversidade, não pode manifestar uma forma com dois pés e dois braços, com uma capacidade cerebral através da qual uma consciência tecnicamente avançada pode operar? Mais recentemente, uma maior compreensão dos dinossauros revelou que muitos deles eram muito inteligentes há centenas de milhões de anos atrás. Os Saurornithoides, assim chamado devido sua semelhança com um réptil tipo-pássaro, tinha um cérebro grande, olhos bem espaçados que davam a eles uma visão estereoscópica, e dedos com polegares opostos, que os permitiam pegar e comer pequenos mamíferos

 

Adrian J. Desmond, um dos pesquisadores mais destacados do mundo sobre dinossauros, diz que criaturas como os Saurornithoides, estavam separados dos outros dinossauros “por um abismo comparável ao que divide os homens das vacas”. Ele pergunta: “Quem pode saber que picos os sofisticados ‘simuladores de pássaros’ teriam atingido se eles tivessem sobrevivido?” . Os estudos sugerem que se os dinossauros não tivessem sido eliminados por um outro cataclismo aproximadamente 65 milhões de anos atrás, eles teriam evoluído para uma espécie humanóide reptiliana atualmente. Dale Russel, o paleontologista sênior da Northern Califórnia University, foi inquirido pela agência espacial dos EUA, NASA, para produzir um relatório sobre com o que a vida extraterrestre poderia se assemelhar. Ele fez evoluir o dinossauro Troodon acompanhando as mudanças genéticas naturais esperadas após milhões de anos e criou um modelo de um ser que ele chamou de Dino-sauróide. Este tinha uma notável semelhança com um humanóide reptiliano e era idêntico àqueles descritos pelas pessoas que dizem ter visto extraterrestres reptilianos.

 

Quem pode dizer que este salto evolutivo dos dinossauros clássicos para humanóides reptilianos não tenha acontecido em uma outra dimensão ou em outro planeta físico e talvez na Terra, antes dos dinossauros serem eliminados? Na realidade, será que todos eles foram eliminados? A moderna paleontologia (o estudo dos fósseis) agora sugere que nem todos os dinossauros foram mortos pelo impacto do meteorito a 65 milhões de anos atrás e que alguns continuam a viver ainda hoje. Mais e mais evidências estão emergindo mostrando que os pássaros são descendentes dos dinossauros. E enquanto os corpos da maioria dos dinossauros podem ter sido destruídos, suas consciências poderiam ter sobrevivido porque consciência é energia e a energia é indestrutível. Ela pode apenas ser transmutada para uma forma diferente. O que aconteceu com aquela consciência de dinossauro que dominou a Terra por 150 milhões de anos? Como vimos, os primeiros registros da Assíria, Babilônia, história do Velho Testamento, China, Roma, América, África, Índia e outros locais, apresentam histórias de dragões. O símbolo da serpente também tem sido encontrado na antiga Bretanha, Grécia, Malta, Egito, Novo México, Peru e em todas as ilhas do Pacífico. Existe uma semelhança inconfundível entre alguns dinossauros e as descrições antigas de dragões. Várias espécies de pequenos lagartos indo-malaios com asas com membranas parecem tanto com dragões que eles foram chamados de Draco [Dragões] devido à constelação estrelar da qual diz-se que a hierarquia reptiliana se originou.

 

Até de mais interesse para mim é o lagarto encouraçado chamado Moloch Horridus que também tem uma aparência semelhante a dragão. Moloch é uma deidade antiga para a qual as crianças eram sacrificadas milhares de anos atrás e que ainda hoje o são na vasta rede de ritual satânico. Elas são sacrificadas aos reptilianos porque, como ficará claro, muitos ‘demônios’ do satanismo são os reptilianos que têm procurado tomar o planeta por milhares de anos. Charles Gould, que tem escrito extensivamente sobre dragões e répteis, diz: “existe uma espécie perdida de lagartos que hibernam e são carnívoros, que possuem asas semelhantes a dragões e que era protegido por armadura e ferrões”. Ele acredita que seu habitat era as terras altas da Ásia Central e sua desaparição coincidiu com a Grande Enchente. Mas existem ainda avistamentos de ‘lagartos voadores’ gigantes em áreas remotas do mundo, especialmente no México, Novo México e Arizona.

Quem são eles e de onde eles vem?

Existem três origens sugeridas para a intervenção anunnaki reptiliana nos afazeres humanos: 1. Eles são extraterrestres; 2. Eles são ‘intra’ terrestres que vivem dentro da Terra; 3. Eles manipulam a humanidade de uma outra dimensão pela ‘possesão’ dos corpos humanos. Eu penso que todas elas são verdadeiras.

 

constelacao

 

Extraterrestres?

Pesquisadores do fenômeno reptiliano concluem que pelo menos alguns se originam na constelação estrelar de Draco. O sistema Draco inclui a estrela Thurban, antigamente chamada de Estrela do Norte, pela qual as pirâmides egípcias estão orientadas . De acordo com a pesquisa do autor Graham Hancock, o antigo complexo de templos em Angkor Wat no Camboja é uma réplica da constelação de Draco como ela era em 10.500 AC [15]. Esta é a época quando a Terra e seu povo, humanos e extraterrestres, estariam se recuperando do cataclismo de 11.000 AC e reconstruindo suas civilizações. O autor e pesquisador, Robert Bauval, diz que as pirâmides em Gizé alinham-se com as estrelas do ‘cinturão’ de Orion da mesma forma como elas estiveram em 10.500 AC, quando Orion estava no ponto mais baixo do seu ciclo ( os seres de Orion são outra raça extraterrestre que opera neste planeta, eu entendo). E Hancock e outros pesquisadores sugerem que a Esfinge em forma de leão em Gizé, que acredita-se ser muito mais velha que a data original, estaria com a face voltada diretamente para a constelação de Leo (do leão) nesta mesma época, 10.500 AC. A pesquisa continua sob o oceano do Japão em uma estrutura fantástica que pode ser de 10.500 AC pelo menos. Existem muitos que têm questionado essas descobertas, especialmente a sincronização das pirâmides de Gizé com Orion, mas pelo menos eles acionaram uma área importante de investigação, mesmo se eles não se mostrarem precisos em cada detalhe. Afinal, encontrar a verdade, especialmente quando tão afastado no tempo, não é fácil. Certamente é assombroso como as estruturas antigas e os templos, de sociedades aparentemente desconectadas em todo o mundo, se alinham umas com as outras com fantástica precisão astronômica, matemática e geométrica. No entanto, estas sociedades não eras desconectadas. Como nós veremos, elas tiveram as mesmas origens. Os templos em Angkor Wat estão cobertos de imagens reptilianas, uma característica de todas as culturas antigas, incluindo a egípcia, a centro-americana e a indiana. O professor Phillip Calahan, em seu estudo das torres redondas sobreviventes e misteriosas da Irlanda disse que elas estão posicionadas com sincronicidade notável com as constelações de estrelas do céu setentional na época do solstício de inverno. E as torres se alinham mais perfeitamente com a constelação do... dragão. A cabeça e os olhos da formação do dragão, como projetada no solo da Irlanda, estão, segundo Calahan, localizados em ambos os lados de Lough Neagh, exatamente no centro da Irlanda do Norte. O lado leste de Lough Neagh está perto da capital, Belfast [16]. Portanto, a cabeça da constelação do dragão está posicionada no solo da Irlanda do Norte e este pequeno país tem sido a cena de muita convulsão social, assassinato e sofrimento. Mais para o fim deste livro, aqueles que são novos para esses conceitos irão apreciar o poder do simbolismo para atrair energia para um local, de forma negativa e positiva. John Rhodes [17], um dos maiores pesquisadores da presença reptiliana, diz que eles podem ser invasores espaciais que se movem de planeta para planeta, infiltrando secretamente a sociedade hospedeira e eventualmente conquistando-a. Os militares reptilianos, diz-se, leva a cabo abduções de formas vivas enquanto seus cientistas estudam a biologia e introduzem o código genético reptiliano nas espécies que eles desejam manipular. Isto envolve um programa de cruzamentos genéticos e isso é precisamente o que os textos sumérios descrevem com relação aos anunnaki. Rhodes acrescenta que:

 

De suas bases subterrâneas, os militares ETs reptilianos...(estabeleceram).. uma rede de infiltrados cruzados humano-reptilianos dentro de vários níveis do complexo militar-industrial da cultura da superfície, órgãos governamentais, grupos de UFO/paranormais, ordens (de padres) fraternas e religiosas, etc. Estes seres cruzados, alguns ignorantes de suas instruções de “controle mental” genético reptiliano, agem nos seus papeis subversivos de “agentes reptilianos”, preparando o campo para uma invasão ET liderada por reptilianos.”

 

Eu apenas cruzei com o trabalho de John Rhodes nos últimos dias antes deste livro estar completo e nessa ocasião, como você vai ver no texto detalhado, eu tinha chegado exatamente à mesma conclusão. Rhodes diz que após os reptilianos invadirem o planeta vindos do espaço e de suas bases subterrâneas, a população da superfície irá se render rapidamente, devido às armas superiores. Então os reptilianos retiram do planeta seus suprimentos como água, minerais e informação de DNA. A infiltração da sociedade humana via sociedades secretas é um método chave do controle reptiliano, como irei detalhar. O escritor e pesquisador americano, William Bramley, concluiu em seu livro, Deuses do Éden [Gods Of Éden], que os anunnaki criaram uma sociedade secreta chamada a Irmandade da Cobra e esta tem sido usada para manipular a humanidade no caminho descrito nos capítulos que se seguem. Esta Irmandade da Cobra é o núcleo central da rede de sociedades secretas globais de hoje em dia que é controlada pelos reptilianos.
 

Intra-terrenos ?

 

Em suas expressões físicas, os anunnaki são uma das muitas raças do interior da Terra que vivem em enormes catacumbas, cavernas e túneis abaixo da superfície. Uma lenda dos índios Hopi diz que um complexo de túneis muito antigo existe sob Los Angeles e isto, eles dizem, foi ocupado por uma raça de ‘lagartos’ a uns 5.000 anos atrás. Em 1933, G. Warren Shufelt, um engenheiro de minas de LA, afirmou ter encontrado ela. Hoje, diz-se, alguns rituais malévolos da franco-massonaria são executados neste complexo de túneis. Tem existido um acobertamento massivo pelas autoridades sobre a existência dessas raças subterrâneas e onde elas vivem. Em 1909 uma cidade subterrânea que foi construída com a precisão da Grande Pirâmide foi encontrada por G. E. Kincaid próximo do Grand Canyon no Arizona. Era suficientemente grande para acomodar 50.000 pessoas e os copos mumificados encontrados no local eram de origem oriental ou possivelmente egípcia, de acordo com o líder da expedição Prof. S. A. Jordan. Números artefatos foram encontrados, incluindo implementos de cobre tão duros como aço. O Smithsonian Institution em Washington DC se certificou que esses achados permaneçam desconhecidos para o público (esta é a sua função!) e ninguém iria saber dessa descoberta se não fosse por dois artigos em um jornal local, o Arizona Gazette, em abril de 1909. O autor e pesquisador, John Rhodes, afirma ter localizado este local e ele liga ele com o Sipapuni, o mundo subterrâneo de onde os índios Hopi afirmam ser sua origem. De acordo com suas lendas, os Hopi antigamente viviam dentro da Terra e eram alimentados e vestidos pelo ‘povo da formiga’, possivelmente os extraterrestres conhecidos como os Cinzentos [Greys]. Os Hopi referem aos seus ancestrais como seus ‘irmãos cobras’ e o mais sagrados de seus rituais subterrâneos é a dança da cobra. Como ficarei enfatizando, nem todos os reptilianos são de intenção malévola e eu não tenho desejo de demonizar a vertente dos répteis. Nós estamos falando aqui apenas de um grupo deles.

 

Os Hopi dizem que um dia, sob as ordens da deusa deles, a Mulher Aranha, eles ascenderam à superfície da Terra e emergiram da caverna deles, que eles chamavam de Sipapuni. Uma vez fora, os Hopi dizem, um pássaro zombador chegou para confundir a linguagem deles e fazer as tribos diferentes falarem línguas diferentes. Isto é uma tal repetição da história bíblica da Torre de Babel, que uma conexão é óbvia. Até hoje os Hopi não recriam as imagens de seus ancestrais tipo cobra por medo de morrer. O traçado do mundo subterrâneo descoberto no Arizona foi descrito por G.E. Kincaid como uma “...câmara gigantesca de onde radiam muitas passagens como os raios de uma roda de bicicleta”. Isto é também como a moderna base reptiliana subterrânea de Dulce, no Novo México, é descrita, e círculos concêntricos de pessoas, compartimentalizando diferentes níveis de conhecimento, é a estrutura através da qual a Irmandade global manipula o mundo. O Arizona, Novo México e a área chamada Four Corners [Quatro Cantos] onde os estados do Arizona, Utah, Colorado e Novo México se encontram, são algumas das mais importantes regiões da Terra para as bases subterrâneas reptilianas. Mas mundos e cidades subterrâneas, antigas e modernas, abundam em todo o planeta. Existem relatos de testemunhas visuais de humanóides gigantes avistados nas catacumbas de Hal Saflini em Malta, durante os anos 1930, que foram fechadas após um grupo de crianças de uma escola e o guia delas desaparecerem em seu interior. Mais de 30 complexos vastos de túneis antigos e de cidades subterrâneas foram encontradas próximo de Derinkuya, na Turquia. A lista é longa. A criatura misteriosa conhecida como Bigfoot [Pé Grande], uma grande criatura peluda similar a um gorila, é supostamente de dentro da Terra. Existe uma crença bem espalhada entre os pesquisadores de UFO que existem bases subterrâneas reptilianas onde eles trabalham com sua elite de cruzamentos répteis-humanos e eu tenho conversado com ex-empregados da CIA que confirmam isso. Uma raça reptiliana certamente vive dentro deste planeta em uma forma física e a única pergunta é se eles são nativos da Terra ou se eles são originários de outro lugar. Novamente, é provavelmente ambos, uma mistura dos dois.

 

 De outra dimensão ?

 

Minha própria pesquisa sugere que é de outra dimensão, a parte mais baixa da quarta dimensão, que o controle e a manipulação reptiliana é primariamente orquestrada. Sem compreender a natureza multidimensional da vida e do Universo, é impossível acompanhar a manipulação da Terra por uma força não-humana. Como os cientistas de mente aberta estão agora confirmando, a Criação consiste de um número infinito de freqüências ou dimensões de vida compartilhando o mesmo espaço da mesma forma como fazem as freqüências de rádio e televisão. No momento você está sintonizado no mundo das três dimensões ou da terceira dimensão e portanto isso é o que você percebe como sua realidade. Você está sintonizado nesta estação, em outras palavras. Porém, assim como rádio e televisão, todas as outras estações estão transmitindo ao mesmo tempo e se você mover o dial do seu rádio ou mudar o canal de televisão, você pode se conectar com elas. Quando você faz isso, a estação ou o canal em que você estava sintonizado anteriormente não desaparece, ele continua a transmitir, mas você já não pode ouvi-lo ou vê-lo mais porque você não está mais na sua freqüência. É o mesmo que ocorre com a consciência humana. Algumas pessoas (todos, se a verdade for dita) conseguem sintonizar suas consciências em outras freqüências e se conectar com informação e consciência que operam nessa freqüência. Nós chamamos isso de poder psíquico, mas isso é apenas a habilidade de mover o seu ‘dial’ para uma outra ‘estação’. É de uma dessas outras estações ou dimensões que a Raça da Serpente, os anunnaki, estão controlando este mundo pela ‘possessão’ de certas linhagens genéticas. Mas com a continuação de minha pesquisa, está claro que os controladores reptilianos da quarta dimensão estão, eles mesmos, sendo controlados por entidades da quinta dimensão. Onde isso vai acabar? Quem pode saber. Sim, sim, sim, eu sei que isso soa inacreditável, mas a verdade geralmente soa desta forma. Você pode colocar este livro de lado agora, se isto é muito para você, mas você precisa ler todo ele para ver que existe uma enorme evidência de que isto é verdade. A ‘estação’ de onde os reptilianos operam está localizada no nível inferior da quarta dimensão, aquela mais perto deste mundo físico. Outras pessoas conhecem isso como a dimensão astral inferior, a casa lendária dos demônios e de entidades malevolentes que vem desde a antiguidade. É daqui que os satanistas de hoje convocam suas entidades demoníacas em seus rituais de magia negra. Eles estão na realidade convocando os reptilianos da quarta dimensão inferior. É sugerido por alguns pesquisadores, com boa razão, que os reptilianos não-físicos conseguiram extravasar para esta dimensão através de buracos e portais no tecido de espaço-tempo causado pelas explosões e testes nucleares que começaram nos desertos do Novo México no começo dos anos 1940. Mas eu penso que tais buracos começaram a ser criados muito tempo atrás, antes dos cataclismas, quando o mundo estava inclusive em um estágio mais avançado tecnologicamente do que nos dias de hoje.

 

O controle reptiliano do Planeta Terra envolve todos os três temas acima. Eu penso que a cepa genética reptiliana opera em todo o Universo e eles não são todos malévolos, longe disso. Assim como a humanidade, eles possuem todo um espectro de atitudes que vão do amor ao ódio, da liberdade ao controle. Estou aqui identificando um grupo particular deles, não toda a espécie – eu não posso enfatizar isso suficientemente. Este grupo controlador veio aqui da constelação de Draco [dragão] e outros locais, e esta é a origem de termos como draconiano, uma palavra que resume suas atitudes e sua agenda. Eles adoram consumir sangue humano e eles são os demônios sugadores-de-sangue das lendas. As histórias de vampiros são simbólicas disto e qual é o nome do vampiro mais famoso? Conde Drácula! O ‘Conde’ simboliza a linhagem cruzada aristocrática humana-reptiliana que os reptilianos possuem da quarta dimensão inferior e ‘Drácula’ é uma óbvia referência novamente a Draco. As reportagens recentes do chupacabra chupador de sangue em Porto Rico, México, Flórida e no nordeste do Pacífico se encaixa na descrição reptiliana. Eles têm sido vistos sugando o sangue de animais domésticos como cabras e daí seu nome significar chupa-cabra. Os reptilianos operam um movimento de garras sobre a raça humana. A expressão física deles vive sob o solo e interagem, nas bases subterrâneas, com os humanos e com cientistas cruzados de humano-reptilianos e com líderes militares. Eles também emergem para se envolverem em algumas abduções humanas. Mas o controle principal vem de possessão direta. O programa de cruzamento (via sexo e tubos de ensaios) está descrito nos tabletes sumérios e no Velho Testamento (os Filhos de Deus que cruzaram com as filhas dos homens). Estas linhagens híbridas humano-répteis carregam o código genético reptiliano e portanto pode ser muito mais facilmente possuídas pelos reptilianos da quarta dimensão inferior. Como veremos, estas linhagens tornaram-se as famílias reais e a aristocracia européia e britânica e, graças ao ‘Grande’ império britânico, elas foram exportadas por todo o mundo para governarem as Américas, África, Ásia, Austrália, Nova Zelândia e outros locais. Estas linhas genéticas são manipuladas para posições de poder na política, militar, mídia, bancos e negócios e portanto estas posições são mantidas por reptilianos da quarta dimensão inferior que se escondem por trás da forma humana ou por fantoches mentais dessas mesmas criaturas. Eles operam através de todas as raças, mas predominantemente através da raça branca.

 

Como é bem reconhecido, existe uma área do cérebro humano hoje em dia conhecido como o cérebro reptiliano. Dentro do cérebro está o segmento original ao qual todas as outras partes são adições. E, de acordo com o neuroanatomista Paul MacLean, esta área antiga do cérebro é acionada por outro segmento pré-histórico que alguns neuroanatomistas chamam de complexo-R . R é uma abreviação de reptiliano, porque nós compartilhamos isso com os répteis. MacLean diz que este complexo-R desempenha um papel importante no “comportamento agressivo, territorialidade, ritualismo e estabelecimento de hierarquias sociais”. Este é precisamente os padrões de comportamento dos reptilianos e de seus híbridos humano-reptilianos, como exposto neste livro. O astrônomo Carl Sagan sabia muito mais do que ele expunha ao público e na verdade ele usou muito de sua carreira guiando pessoas para longe da verdade. Mas seu conhecimento da situação verdadeira ocasionalmente vinham à tona, como quando ele disse que: “...não é bom ignorar a componente reptiliana da natureza humana, particularmente nosso comportamento ritualístico e hierárquico. Pelo contrário, o modelo pode nos auxiliar a entender o que os seres humanos realmente são”. Ele acrescenta em seu livro, Os Dragões do Éden [The Dragons Of Éden], que até o lado negativo do comportamento humano é expresso em termos reptilianos, com em um assassino de sangue-frio. Sagan (cujo nome no reverso indica os deuses reptilianos das Índias Orientais, os Nagas) claramente estava a par da realidade, mas escolheu não revelar abertamente o que ele sabia.

 

Quando o feto humano está se formando em um bebê, ele passa através de vários estágios que se conectam com os pontos evolucionários principais no desenvolvimento da presente forma física. Estes incluem conexões com mamíferos não-primatas, répteis e peixe. Existe um ponto no qual o embrião desenvolve guelras, por exemplo. O embrião humano é muito parecido com o dos pássaros, ovelhas e porcos até o oitavo mês, quando então ele vai na sua própria direção evolucinária. Ocasionalmente, as instruções genéticas falham na recordação de seu último roteiro e alguns bebês nascem com rabos. Estes são chamados de apêncides caudais e se formam na região lombar inferior. A maioria deles são removidos pelos médicos, mas em alguns países mais pobres onde este suporte médico não está disponível, existem pessoas que vivem a vida inteira com rabos. Feromônio é uma substância segregada e liberada por animais para que eles sejam detectados por membros da mesma espécie. Os feromônios da mulher humana e das iguanas formam um casamento químico.

 

Veja novamente aqueles números apresentados no começo do primeiro capítulo detalhando o número de planetas e estrelas que existem na fração da Criação que nós conhecemos. O número de formas de vida nesta galáxia apenas é além da imaginação e isto apenas no nível tridimensional da existência. Se julgarmos a possibilidade, como fazemos, apenas por aquilo que nós vemos em um pequeno planeta em um pequeno sistema solar, nossa faixa de percepção, imaginação e visão irá ser tão microscópica que uma compreensão do que está realmente acontecendo a este mundo irá ser impossível. Para este nível de pensamento a idéia de que uma raça reptiliana está controlando o planeta, de uma outra dimensão, será tão absurda, tornando-se incompreensível. Essa é a forma que a vasta maioria irá, inicialmente, receber a informação deste livro, mas a avaliação da ‘conexão reptiliana’ está crescendo entre os pesquisadores que estão interessados na verdade e não apenas preocupados em defender um sistema de crença ou procurando a aprovação pública.

 

Em um notável período de 15 dias que eu viajei pelos Estados Unidos em 1998, eu encontrei mais de uma dúzia de indivíduos separados que me contaram terem visto humanos se transformarem em répteis e vice-versa na frente de seus olhos.Dois apresentadores de televisão tinham tido esta experiência enquanto entrevistavam um homem que era a favor da centralização global do poder, conhecido como a Nova Ordem Mundial. Após a entrevista ao vivo, o apresentador masculino disse à sua colega que ele tinha experimentado uma visão surpreendente durante a entrevista. Ele tinha visto o rosto do homem se transformar em uma criatura semelhante a lagarto e, em seguida, voltar à forma humana. A sua parceira apresentadora feminina estava estupefata porque ela tinha visto as mãos do entrevistado transformarem-se nas de um réptil. O apresentador também me contou de uma experiência que um seu amigo policial teve enquanto fazia uma visita rotineira em um quarteirão de escritórios na cidade de Aurora, próximo a Denver, no Colorado. O policial tinha comentado com uma executiva de uma das companhias do andar térreo sobre a natureza extrema de segurança no edifício. Ela disse a ele que ele deveria dar uma olhada nos andares superiores, se ele quisesse saber quanto extensa ela realmente era. Ela também apontou para um elevador que apenas ia para certos andares no topo do edifício e, enquanto eles conversavam, ela falou a ele sobre algo que ela tinha visto algumas semanas atrás. O elevador abriu e uma figura muito estranha emergiu. Ele era branco ao ponto de ser albino, mas ele tinha uma face com formato semelhante a de um lagarto e as pupilas de seus olhos eram ranhuras verticais como num réptil. Esta figura tipo lagarto tinha saído do elevador e caminhado para um carro de aparência oficial que o esperava lá fora. O policial ficou tão intrigado que ele o seu tempo para checar as companhias no topo daquele edifício servidas pelo misterioso elevador. Ele descobriu que elas eram todas fachadas para a Agência Central de Inteligência, a CIA.

 

Existe também as experiências de Cathy O’Brien, a escrava controlada mentalmente pelo governo dos Estados Unidos por mais de 25 anos, que ela detalha em seu assombroso livro, Formação em Transe da América [Trance Formation of América], escrito em parceria com Mark Phillips. Ela foi abusada sexualmente quando criança e quando adulta por uma série de pessoas famosas citadas em seu livro. Entre eles estavam os presidentes norte-americanos Gerald Ford, Bill Clinton e, mais espantoso, George Bush, um dos maiores participantes da Irmandade, como os meus livros e de outros têm exposto. Foi Bush, um pedófilo e assassino serial, que abusou regularmente e estuprou a filha de Cathy, Kelly O’Brien, ainda criança antes que o desmascaramento corajoso da mãe desses eventos assombrosos forçaram as autoridades a remover Kelly do programa de controle mental conhecido como Projeto Monarca. Cathy escreve em Trance Formation Of América de como George Bush estava sentado em frente dela no seu escritório em Washington-DC quando ele abriu um livro em uma página que mostrava “extraterrestres similares a lagartos vindos de um lugar muito distante do espaço profundo”.

 

Bush então afirmou ser ele mesmo um ‘extraterrestre’ e pareceu, ante seus olhos, se transformar ‘como um camaleão’ em um réptil. Cathy acreditou que algum tipo de holograma tinha sido ativado para conseguir aquilo e devido ao seu conhecimento naquela ocasião, eu posso ver porque ela racionalizou seu experiência desta forma. Qualquer pessoa faria isso, pois a verdade é fantástica demais para compreender, até que você veja o crescimento das evidências. Não existe dúvida de que programadores mentais baseados em ETs são parte desses projetos de controle mental e que a cena de UFO extraterrestres tem sido manipulada massivamente, inclusive através dos filmes de Hollywood projetados para moldar o pensamento público. Cathy diz em seu livro que George Lucas, o produtor de Star Wars [Guerra nas Estrelas], é um agente da NASA e da Agência de Segurança Nacional [NSA], o órgão ‘origem’ da CIA. Mas, dadas as evidências apresentadas por tantas outras pessoas, eu não acredito que aquilo que Bush disse e que Cathy viu seja apenas resultado de um programa de controle mental. Eu penso que ele estava revelando o Grande Segredo, de que uma raça reptiliana de outra dimensão tem estado controlando nosso planeta por milhares de anos. Eu conheço outras pessoas que viram Bush mudar para a forma de um reptiliano.

 

O presidente do México nos anos 1980, Miguel De La Madrid, também usou a Cathy em seu estado de mente controlada. Ela disse que ele contou a ela a Lenda do Iguana e explicou que extraterrestres semelhantes a lagartos desceram até os Maias, no México. As pirâmides maias, a tecnologia avançada astronômica e o sacrifício de virgens, foram todos inspirados pelos extraterrestres tipo-lagartos, ele contou para ela. Ele acrescentou que estes reptilianos cruzaram-se com os maias para produzir uma forma de vida que eles pudessem habitar. De La Madrid disse a Cathy que essas espécies répteis-humanas conseguiam flutuar entre a aparência humana e a de um iguana através de habilidades semelhantes ao camaleão – “um veículo perfeito para se transformar em líderes mundiais”, ele disse. De La Madrid afirmou ter ancestrais maias-lagartos em seu sangue que o permitia transformar-se de volta a um iguana voluntariamente. Ele então transformou-se na sua frente, assim como Bush tinha feito, e aparentou ter olhos e língua de lagarto. Cathy compreensivamente acreditou que isso era uma outra projeção holográfica, mas será que era realmente? Ou estava De La Madrid dizendo algo bem próximo da verdade? Este tema de ser como um camaleão é meramente outro termo para ‘mudança-de-forma’ [shape-shifting], um tema que você irá encontrar em todo o mundo antigo e, entre as pessoas de mente aberta, também no mundo moderno. Mudança de forma é a habilidade de usar sua mente para projetar uma outra imagem física para as pessoas verem. Tudo é energia vibrando em velocidades diferentes, e portanto se você usar sua mente para re-vibrar essa energia em uma ressonância diferente, você pode se manifestar em qualquer forma que você escolher.

 

Muitas testemunhas têm descrito como os chamados ‘Homens de Preto’ se materializam e desmaterializam quando eles ameaçam as pessoas que estão espalhando informação sobre extraterrestres e UFOs. Eles podem fazer isso porque eles são seres interdimensionais que podem se apresentar em qualquer forma. Este é o principal motivo pela obsessão sobre cruzamentos genéticos apenas entre membros das famílias da Elite. Eles estão procurando preservar a estrutura genética que permite a eles se moverem entre dimensões e trocarem de forma entre a aparência humana e reptiliana. Quando a estrutura genética fica muito afastada de sua origem reptiliana, eles não podem mudar de forma desta maneira. O laboratório de controle mental do Centro de Vôo Espacial Goddard da NASA, próximo de Washington-DC, Cathy disse que ela foi levada através de outros temas alienígenas por Bill e Bob Bennett, duas conhecidas figuras da política dos Estados Unidos e fundamentalmente ligados com as redes da Irmandade. Após darem a ela drogas que alteram a mente, isto é o que ela diz que ela experimentou:

 

 “Na escuridão ao meu redor eu podia ouvir Bill Bennett dizer: ‘Este é meu irmão, Bob. Ele e eu trabalhamos como uma unidade. Nós somos alienígenas nesta dimensão – dois seres de outro plano.’

 

“As luzes de alta tecnologia girantes ao meu redor me convenceram de que eu estava mudando de dimensão com eles. Uma luz de laser projetou-se na parede negra na minha frente, que pareceu explodir em uma visão panorâmica de uma festa de cocktail na Casa Branca – como se eu tivesse mudado de dimensões e estivesse entre eles. Não reconhecendo ninguém, eu perguntei: ‘Quem são essas pessoas?’

 

Eles não são pessoas e isto não é uma nave espacial’, disse Bennett. Enquanto ele falava, a cena holográfica modificou-se ligeiramente até que as pessoas parecessem como alienígenas com formato de lagartos. ‘Bem-vinda ao segundo nível do subsolo. Esta é uma mera reflexão especular do primeiro nível, uma dimensão alienígena. Nós somos de um plano trans-dimensional que se espalha e abrange todas as dimensões...’

 

levei você através de minha dimensão, como um meio de estabelecer vínculos mais fortes com a sua mente do que o plano da Terra permite,’ Bill Bennett estava dizendo. ‘Sendo alienígena, eu simplesmente faço dos meus pensamentos seus pensamentos, projetando-os em sua mente. Meus pensamentos são seus pensamentos.’

 

Novamente, isto pode ser simplesmente um dispositivo de programação, mas dadas as outras evidências que eu estou apresentando, não é mais plausível que, sob os efeitos das drogas e de outras técnicas, a mente de Cathy tinha mudado para a dimensão na qual os reptilianos operam? Os reptilianos vêem da parte inferior da quarta dimensão e meramente usam corpos físicos como seus veículos para manipular esta dimensão. Faz sentido, portanto, que se você puder sintonizar sua mente na dimensão verdadeira deles, você irá vê-los como eles realmente são. As descrições de Cathy espelham aquelas de alguns ‘abduzidos’ que têm relembrado como seus abdutores extraterrestres inicialmente pareciam bem humanos, mas em seguida mudavam para se parecer como lagartos humanóides. Será que essas pessoas foram realmente abduzidas por alienígenas em naves espaciais, ou elas foram submetidas a técnicas de controle mental como aquelas experimentadas por Cathy O’Brien, que as conectam com a quarta dimensão inferior? Hunter S. Thompson em seu livro, Medo e Abominação em Las Vegas [Fear and Loathing In Las Vegas], descreve ter visto répteis enquanto em uma condição drogada e uma pessoa que eu encontrei nos Estados Unidos (naqueles 15 dias que eu mencionei anteriormente) me disse uma história similar. Ele ‘viajou’ com grandes quantidades de LSD nos anos 1960s e em seus estados seriamente alterados de mente, ele via algumas pessoas como humanos e outras como lagartos humanóides e como outros répteis.

 

astrocarmica seres reptilianos na terra

Category : ESOTERISMO, CANALIZAÇÕES, UFOLOGIA Print

| Contact author |