"> SATHYA SAI BABA (1ª - ASTROLOGIA CÁRMICA | Bloguez.com - Bloguez.com
 

 SATHYA SAI BABA (1ª Parte)

21/11/2010

 

sai baba 

"Minha vida é minha mensagem."


“Hoje, Sathya Sai Baba é um líder espiritual reverenciado por pessoas do mundo inteiro, cuja vida e mensagem estão inspirando a milhões de indivíduos ao redor do
globo para que levem vidas plenas de propósito e moralidade.

Seus ensinamentos universais e atemporais, unidos à maneira em que conduz sua própria vida, estão atraindo inteligências e corações de adeptos de todas as religiões, bem como daqueles que, sem pertencer a nenhum grupo ou Instituição religiosa, têm sede de sabedoria e interesse em ampliar os horizontes de sua consciência.

Definitivamente, Sai Baba não está tentando iniciar uma nova religião, e nem deseja dirigir seus devotos a nenhuma religião particular. Pelo contrário, ele suscita a continuarmos na religião de nossa escolha e/ou na qual fomos educados, porém, que sejamos praticantes sinceros. Em outras palavras: se você é cristão, que seja um bom cristão - se você é budista, que seja um bom budista - se é muçulmano, que seja um bom muçulmano - enfim, seja qual for sua religião, o importante é que seja bom e pratique os ensinamentos com sinceridade.
Em essência, como Sai Baba diz, "Só existe uma religião, a religião do Amor."

 “Sathya Sai Baba nasceu em 23 de novembro de 1926, numa pequena vila no sul da Índia, chamada Puttaparthi , no estado de Andhra Pradesh . Ele reside lá ainda hoje, recebendo milhares de visitantes do mundo inteiro em sua comunidade espiritual ( ashram ), chamada Prasanthi Nilayam , que significa "Morada da Paz Suprema" ( shanti =paz, pra =suprema, nilayam =morada).

De um pequeno salão rústico onde se reuniam para cantar e aprender os ensinamentos sagrados, em sua juventude, hoje Puttaparthi conta com estação de trem e até aeroporto, para receber o fluxo surgido do crescente e incessante movimento de pessoas que, ao ouvir falar sobre Sai Baba, manifestavam a vontade de conhecê-lo pessoalmente.

Atualmente, Prasanthi Nilayam conta até com Planetário e Estúdio Digital, bem como um Estádio de Esportes, diversas residências, acomodações para os visitantes, refeitórios (ocidental e indiano), bem como o Templo principal, conhecido como Mandir , para a celebração de festividades, sendo também espaço para meditações e outras práticas espirituais.

Apesar de muitos se aproximarem por curiosidade, o ashram , onde vive Sai Baba, não é um lugar turístico, e sim um local onde um grupo de pessoas está voltado para um objetivo comum, que é a obtenção da Paz Interior através de íntima comunhão com o sagrado, com o Divino. Visando a alcançar tal objetivo, busca-se colocar em prática as orientações de Sai Baba, tais como: silêncio, meditação, serviço altruísta, canto de nomes sagrados, autoquestionamento e amor incondicional.

Recentemente, a quantidade de visitantes cresceu muito, tornando a simples visão de Sathya Sai um sinal de mérito. Nas festividades maiores, como o Natal, o Ano Novo, o Mahashivarathri e o Aniversário de Sai, conta-se aos milhares o número de hóspedes, aspirantes espirituais.

Os relatos de quem esteve lá são responsáveis por essa tendência de aumento continuar, por refletirem um ambiente de muito crescimento em autoconhecimento e experiências fraternas. Todavia, freqüentemente se recorda também do clima severo da Índia, que, com seu calor intenso, faz sofrer muitos peregrinos desavisados.

Nesse cenário estão presentes os maiores tesouros de Sathya Sai Baba: seus estudantes.
Desde a educação infantil até o ensino superior, todas as instituições acadêmicas construídas ali trazem a grande marca da Educação Sathya Sai, centrada nos Valores Humanos em ação, e não meramente na memorização do conteúdo de livros.

O ser humano verdadeiramente educado é amoroso. Sathya Sai propõe, e os resultados confirmam, que trabalhar na raiz do problema é o meio de se resolvê-lo: cultivando o coração dos seres humanos, desde pequeninos, quando ainda estão em sua pureza original, ministrando a sabedoria da Unidade de toda a Vida. Estes irão, adiante, naturalmente multiplicar o amor recebido.”

 

 A polêmica ao redor de Sai Baba

A polemica ao redor dos grandes mestres não deveria surpreender, todos eles tiveram gente ao seu redor buscando difamar seus trabalhos, com Sai Baba então não seria diferente, afinal, muita Luz incomoda os olhos daqueles que não a aguentam vislumbrar.
Sai Baba foi acusado de pedofilia, assassinato, charlatanismo, e talvez de mais uma coisa ou outra, mas, não foram os outros grandes mestres acusados, quando não das mesmas coisas, pelo menos de coisas semelhantes? E, cadê as provas que comprovem a realidade das acusações? São pessoas falando? Mas, desde quando a palavra das pessoas é confiável? Uma palavra que se vende por qualquer quantia razoável de dinheiro...
Gente, falo de Sai Baba porque os mentores me esclareceram a respeito,
minha fonte é confiável, Sai Baba é um mestre da Luz, livre de qualquer mácula inferior, e qualquer acusação a ele associada é besteira, ele apenas incomoda a escuridão com sua Luz, isso sempre acontece, leiam os livros do grande Daskalos e vejam quantas vezes ele foi difamado e caluniado também, nada muito diferente do que fizeram já com Sai Baba.
Eu falo: “que os fatos demonstrem a verdade.” Olhando Sai Baba, seus ensinamentos
e sua obra, creio que a verdade sobre ele e sua missão fica bem revelada, né?
A postura, a vida e a obra de Sai Baba falam por ele.


O meio onde Sai Baba atua

Frequentemente encontramos Sai Baba em fotos e vídeos rodeado de discípulos ajoelhados, nós, em nossa visão espiritualista ocidental, consideramos isso como um ato de idolatria, mas será? Quantas vezes vi no livro “Autobiografia de um Iogue” Yogananda e Yuktéswar se ajoelharem diante de abençoados mestres em atitude de respeito e carinho, sem um pingo de idolatria, não será então isso aquilo que os indianos fazem em relação a Sai Baba? Isso na Índia não é incomum, e nem sempre representa a idolatria como nos parece em nossa visão ocidental, embora claro muitos com certeza idolatrem Sai Baba, mas isso não é sua culpa.
Aliás, certa pessoa questionou Kryon (através de Lee Carrol) a respeito após se sentir incomodada por esses ajoelhados ao redor de Sai Baba, veja a resposta (extraída de http://www.kryonportugues.com

“21. Pergunta: Querido Kryon: Minha pergunta é a respeito de Sai Baba. Eu mesmo fui
visitar este homem na Índia e vi. Massas de pessoas aglomerando-se para vê-lo e adorá-lo como a um Deus. Não tenho dúvidas de seus discursos iluminados e estou de acordo com muitas de seus ensinos, já que ele diz que cada pessoa é Deus.

Entretanto, o que não posso compreender ou relacionar é que permita que as pessoas o adorem de tal maneira. Massas de pessoas se ajoelham diante dele e ele levanta suas mãos para oferecer penitência para aquele que escolher. Permite que tirem fotografias de seus pés e quem sabe serão exibidas nos lares das pessoas que o venerem. Seus devotos acreditam na auto moderação e o Deus interior, mas acreditam que Sai Baba é Deus encarnado - certamente uma contradição! Ouvi que pessoas regurgitam pó em nome do Sai Baba e ouvi que muitos falam que de suas fotos goteja mel. Mas qual é o objetivo disto? Como ensina às pessoas a converter-se em seu próprio Deus se está mostrando à eles milagres que fazem com que se sintam inferiores diante dele?  Quem é este homem? É realmente um Mestre Ascendido como assegura? Se for assim, então certamente sua forma de ensinar é da velha energia, onde procuramos eternamente alguém mais poderoso que nós. Obrigado!

Resposta: Sai Baba é um atual Mestre (não Ascendido) que está na Terra. É real e a
maioria dos ocidentais nem sequer o conhecem. Seu DNA está ativado a tal ponto que vacila em deixar o Planeta realmente. Pode manifestar “algo do nada” e tem o dom de curar.
Não julgue o que parece tudo isso, porque em sua cultura (EUA) as atitudes de “adoração” parecem triviais e fora de lugar. Entretanto, considerem a cultura em que está(Índia)e a consciência das pessoas que o rodeiam. Ele não deseja que o adorem e não solicita isso em sua mensagem. Nenhum mestre deseja isso. Mas a cultura da Índia é muito distinta da sua e as pessoas estão acomodadas com esta maneira de aprendizagem. 

Desconectem-se de sua percepção do que parece e sejam sábios ao diferenciar entre as formas em que os Humanos devem encontrar a Deus. Para eles, esta é a forma que escolhem para escutar e aprender. Para vocês, parece inapropriada. Saibam que o mundo ocidental poderia aprender muito com Sai Baba, mas esperará até que se vá para confirmar. Então ele começará a ser um símbolo de iluminação para muitos, como tantos mestres que tiveram que morrer para que se conhecesse seu verdadeiro trabalho.”


Uma fonte reconhecidamente confiável no meio espiritualista confirmou então aquilo que eu estou escrevendo neste artigo. Só uma pequena coisa deve ser dita, o comentário entre parênteses sobre Sai Baba não ser ascensionado foi, segundo os mentores, de Lee Carrol (e não de Kryon), e foi feito talvez porque o conceito dele de mestre ascensionado seja o daquele mestre que já abandonou a Terra e se encontra residindo nas elevadas dimensões, o que naturalmente não se aplica a Sai Baba, mas para mim que utilizo o termo ascensionado para definir a condição espiritual de um ser já liberto do karma e da dualidade, podendo ele ser encarnado ou
desencarnado, Sai Baba é sim um mestre ascensionado, bom, com certeza foi apenas uma questão de conceitos diferentes mas de uma mesma verdade.

 

Entendendo melhor certas coisas que Sai Baba fala

 Sai Baba faz certas afirmações espirituais que chocariam o espiritualista ainda demasiadamente focado no “eu”, no individuo que ele é. Mas Sai Baba é um mestre plenamente integrado à Unidade, o corpo de Sai Baba é um canal dessa Unidade e toda Ela fala através dele, então, devemos considerar qualquer afirmação espiritual de Sai Baba como a Unidade falando através de Sai Baba e não como o individuo Sai Baba falando, e isso é especialmente importante de ser lembrado quando ele fala de si mesmo e de sua natureza. (ainda assim, Sai Baba é naturalmente falível em sua capacidade de canalizar a Unidade, como qualquer outro mestre, afinal, somos
humanos, não somos perfeitos, embora um mestre canalize com grande precisão a Unidade)
Ele mesmo fala sobre a necessidade da “remoção da ignorância básica de que somos indivíduos separados e isolados, através do conhecimento superior da Verdade fundamental de que somos uma unidade, interligados, totalmente conectados.”

Veja alguns exemplos de afirmações de Sai Baba ciente agora de que é a Unidade falando através de Sai Baba e não Sai Baba falando como individuo (que ele já não é) e veja como tudo faz um incrível sentido:

 

"Pelo fato de eu me mover como um indivíduo comum, falando e brincando com vocês, muitas pessoas não entendem minha verdadeira natureza. Nesse contexto, até mesmo pessoas com grande amplitude mental não conseguem reconhecer a verdadeira natureza de Sai e a diferença entre a aparência externa e o verdadeiro aspecto interno. Meu objetivo é estabelecer unidade na humanidade e revelar aos seres humanos o aspecto da divindade que é Brahman , a única meta que uma pessoa deveria ter em vista. Também é meu dever fazer vocês perceberem o tipo de relacionamento que deve existir entre os seres humanos e perceberem que a divindade está presente e latente em todos os seres humanos."

 

(continua)

Category : HISTÓRIA, FILOSOFIA, TRADIÇÃO, MITOLOGIA Print

| Contact author |