"> RADIÂNCIA, ESTRELAS E LUZES... Wagner - ASTROLOGIA CÁRMICA | Bloguez.com - Bloguez.com
 

 RADIÂNCIA, ESTRELAS E LUZES... Wagner Borges

14/10/2010

 

Há estrelas enormes e, outras, bem pequenas.

Mas, todas elas são luzes.

 

seres de luz

 

VIAJANDO ESPIRITUALMENTE NAS LOCOMOTIVAS DIVINAS

 

Estou sentado meditando e escutando música. Ramakrishna está aqui comigo. Ele está sentado no topo de minha cabeça. Por isso, o lótus das mil pétalas está sorrindo. Ele está translúcido. Vejo o céu azul através dele. Em seu olhar, o brilho das estrelas. Ele está em samadhi.

Então, uma cascata de luz desce dele... Dentro dela, ele me diz, em espírito: "Os avatares são como locomotivas divinas. Eles carregam vagões cheios de almas para Deus." Inspirado por ele, meu coração se abre na sintonia do Eterno. Vejo Krishna e Jesus sorrindo e ajudando os homens. Vejo o amor celeste descendo em cada coração... Percebo um amparo sereno e secreto auxiliando a humanidade. Enquanto isso, Ramakrishna ri igual criança, aqui em cima. Ele canta: "Hare Om... Hare Om... Hare Om..." Inspirado por ele, eu também canto o mantra em meu coração. E penso no bem de todos os homens... No silêncio do espírito, além das palavras, ele novamente me diz: "Os avatares são locomotivas. Viaje nos vagões de luz deles." Lentamente, sua figura se dissolve acima de mim. E eu fico aqui, igual criança, alegre e admirado. Ao mesmo tempo, fico com saudade dele, a quem devo tanto. Mas sei que tudo tem seu tempo e razão de ser. Oxalá eu seja digno de levar sua luz a outras consciências. A luz dos avatares, locomotivas de Deus.

* Avatares - emissários celestes; canais da divindade. - Samadhi - expansão da consciência; estado de consciência cósmica. - Hare Om (ou Hari Om) – mantra de evocação do amor divino. Dentro do contexto hinduísta, é relacionado com Vishnu, o divino Preservador e Protetor e, por extensão, com os seus avatares: Rama e Krishna. Alguns também o relacionam a outros mestres fora do contexto hinduísta, como Buda e Jesus. É um mantra excelente para ser vibrado espiritualmente no chacra cardíaco, pois sintoniza a pessoa a climas de sentimentos elevados. - Mantra – palavra oriunda de Manas: Mente; e Tra: Controle; liberação – Literalmente, significa "Controle ou liberação da mente". Determinadas palavras evocam uma atmosfera superior que facilita a concentração da mente e a entrada em estados alterados de consciência. Os mantras são palavras dotadas de particular vibração espiritual, sintonizadas com padrões vibracionais elevados. São análogos às palavras-senha iniciáticas que ligam os iniciados aos planos superiores. Pode-se dizer que os mantras são as palavras de poder evocativas de energias superiores. Como as palavras são apenas a exteriorização dos pensamentos revestidos de ondas sonoras, pode-se dizer também que os mantras são expressões da própria mente sintonizada em outros planos de manifestação. - Paramahamsa Ramakrishna: mestre iogue que viveu na Índia do século XIX e que é considerado até hoje um dos maiores mestres espirituais surgidos na terra do Ganges. Para se ter uma idéia de sua influência espiritual, posso citar que grandes mestres da Índia do século XX se referiram a ele com muito respeito e admiração, dentre eles Mahatma Ghandi, Paramahamsa Yogananda e Rabindranath Tagore.

 

 

ElisabethLicata_bloguez.com

 

UM ENCONTRO LUMINOSO

 

Enquanto eu caminhava sob as árvores, ele surgiu.
A princípio, pensei que ele era um estrangeiro. Mas, seu olhar sereno não me deixou dúvidas. Ele veio e cumprimentou-me.
Fiquei paralisado enquanto ele deu um leve sorriso. Vi em seus olhos um oceano de doçura.

De súbito, ele entrou em meu peito e foi para dentro do meu coração.
Instalou-se lá, e eu submergi no mar do samadhi*.
Ele estava em mim e dizia-me que nós éramos avatares do mesmo amor.

Foi assim, que Ramakrishna** contou-me sobre a primeira vez que se encontrou com Jesus. Da mesma forma, conto-lhes agora, do meu jeito.
O que sei é que Ramakrishna e Jesus andam juntos por aí, querendo encher os corações de amor e luz.

OM TAT SAT!***

  
* Samadhi (do sânscrito): "expansão da consciência"; "consciência cósmica".
** Paramahamsa Ramakrishna: mestre iogue que viveu na Índia do século XIX e que é considerado até hoje um dos maiores mestres espirituais surgidos na terra do Ganges. Para se ter uma idéia de sua influência espiritual, posso citar que grandes mestres da Índia do século XX se referiram a ele com muito respeito e admiração, dentre eles o Mahatma Ghandi, Paramahamsa Yogananda e Rabindranath Tagore.
*** Om Tat Sat (do sânscrito): Tríplice designação de Brahman, O Supremo, O Absoluto, O Grande Arquiteto Do Universo. Como mantra, pode ser usado na concentração e ativação dos chacras.

 

NAS ONDAS DE LUZ DOS AVATARES – III*
(Viajando Espiritualmente no Olhar de Ramakrishna)

  

ElisabethLicata_bloguez.com

 

Certa vez, você me falou sobre as ondas do mar.
Ensinou-me que elas podem ser grandes ou pequenas.
E que, sejam as marolas ou os maremotos, todas elas são água.
E você me disse que assim também são os homens...
Alguns são grandes e outros, pequenos. Mas, todos eles são gente.
Negros, brancos, amarelos e vermelhos... Tudo gente.
E na imensa tapeçaria sideral, também é assim.


Há estrelas enormes e outras, bem pequenas. Mas, todas elas são luzes.
E você me disse que todas as ondas fazem parte do Oceano do Senhor.
E que todas as estrelas gravitam no Céu do Coração d’Ele.
Assim como Ele está no coração de todos os homens...
Ah, meu amigo, hoje eu me lembrei de um dia especial com você.
Foi quando eu vi você olhando o Céu noturno da Índia.
Você vivenciava um samadhi** e seus olhos refletiam o brilho das estrelas.
E eu não sabia o que fazer, pois não queira atrapalhá-lo, nem perder o lance.
Então, você me olhou e riu, e me disse: “Hare Om!”***


E, de imediato, uma onda de Amor arrebatou-me, e eu me dissolvi na luz branca.
E eu vi que todas as ondas, todas as estrelas e todos os homens eram LUZ.
E depois, quando voltei a mim, você ria de monte e me disse: “Tudo é UM!”
E eu hoje eu me lembrei disso, enquanto escutava uma linda canção budista.
E aí, no meio da madrugada da grande metrópole, eu olhei para o céu nublado.
E, mesmo assim, eu vi estrelas... Porque eu olhei como o amor olha a vida.
E, em meu coração, eu repeti silenciosamente o mantra do Grande Amor:
“Hare Om… Hare Om… Hare Om...”


Então, eu fiquei pensando em você, enquanto o meu peito virava sol sereno...
E os meus olhos brilharam igual dois diamantes no centro da noite.
E, invisivelmente, eu abracei o mundo, como você me ensinou.
Sim, Ramakrishna, do mesmo jeito que você: com o coração, em espírito.
Por Amor.

 

P.S.:
Ah, Ramakrishna, será que você está rindo de mim, aí no céu?
Porque eu ainda não sei o que fazer com essa Luz em meu pequeno coração.
Não sei se atrapalho você, aí em cima, nem quero perder o lance.
E hoje, como outrora, eu ainda escuto você cantar: “Hare Om...”
E a luz branca vem... Enquanto eu canto junto: “Hare Om...”
E as ondas, as estrelas e os homens se tornam UM, em meu coração.
Pela Luz.

Ramakrishna****, valeu, por tudo!

 

 ** Samadhi – do sânscrito - expansão da consciência; estado de consciência cósmica.

*** Hare (ou Hari) – do sânscrito - é a vibração interpenetrante do coração do universo, fonte imanente do amor, representada na cosmogonia hinduísta como Vishnu, o divino Preservador.
**** Paramahamsa Ramakrishna - mestre iogue que viveu na Índia do século XIX e que é considerado até hoje um dos maiores mestres espirituais surgidos na terra do Ganges. Para se ter uma idéia de sua influência espiritual, posso citar que grandes mestres da Índia do século XX se referiram a ele com muito respeito e admiração, dentre eles o Mahatma Ghandi, Paramahamsa Yogananda e Rabindranath Tagore.


São Paulo, outubro 2010.


* As duas partes anteriores desse texto estão postadas no site do IPPB –
www.ippb.org.br


Parte I -
http://www.ippb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=5518&catid=62:wagnerborges&Itemid=174    


Parte II -
http://www.ippb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=10103:1038-nas-ondas-de-luz-dos-avatares-ii&catid=31:periodicos&Itemid=57  



- Wagner Borges - só gratidão...– espiritualista que não segue nenhuma linha em particular, viajante espiritual bem-humorado, filho da dona Maria Rita e do Sr. Valdemar, que escreveu esse pequeno texto com os olhos brilhando e com a certeza de que muitos leitores sentirão o toque espiritual no centro de seus corações.

por Laura Bertolino

Category : ESOTERISMO, CANALIZAÇÕES, UFOLOGIA Print

| Contact author |