"> Seres Entrantes – Quem são esses se - ASTROLOGIA CÁRMICA | Bloguez.com - Bloguez.com
 

 Seres Entrantes – Quem são esses seres?

4/8/2010

corpo de luz

Troca de essência é o nome dado ao processo através do qual um ser decaído troca com uma entidade espiritual associada a um corpo físico, e já atuante na vida física – astral ou não -, a ascendência sobre este mesmo corpo. O ser inicialmente atuante deixa o corpo físico para o ser decaído (demônio), que passa a atuar a partir de então. Alguns chamam esses seres de entrantes ou walquins. São inteligências ou espíritos que não respeitam a Lei cósmica, de maneira que através de tecnologia conseguem preceder o processo do nascimento e infância, voltando diretamente á terra em corpos adultos.

Pode parecer confuso ou inverossímil tal processo, mas ele é quase unanimemente aceito em vários círculos esotéricos, incluindo alguns com atuação dentro da Ufologia e Lojas da Ordem da Centúria Dourada, a mesma ordem da Sociedade Thule dos nazistas. Muitos seres entrantes ou walkins optam por entrar em determinado corpo físico durante uma experiência de quase-morte. A substituição também pode acontecer em laboratórios subterrâneos. A razão para este fato parece ser que a mente consciente, cujo trabalho é proteger o ser físico, torna-se inconsciente nestas ocasiões, e a troca pode ser realizada sem sua interferência. As inteligências dedicam-se de forma quase obsessiva ao seu trabalho, serviço ou missão especifica.

ElisabethLicata_bloguez.com

Metempsicose – Os orientais chamam esse processo de metempsicose (do grego meta, que significa mudança, e psyke, alma) acreditando que ocorre a troca de espírito geralmente em corpos adulto, desde que sob o conhecimento e consentimento de quem está de posse do mesmo, em nível de subconsciência. Este seria um processo semelhante ao que aconteceu com o hipotético tibetano Lobsang Rampa, um inglês que de um dia para o outro mudou completamente de comportamento. Antes, uma pessoa apática e depressiva, de repente, sofreu uma reviravolta em sua vida.  No entanto, este processo não acontece com muita freqüência e nem com tanta simplicidade. E ainda assim existem dois tipos de processos. Um é aquele espírito ou inteligência pretendente ao corpo está desencarnado, o que torna o processo mais fácil, já o outro acontece quando os dois estão encarnados, mas um já tem o corpo velho e desgastado e não quer morrer naturalmente para não cair na malha cármica.

Como ocorre a troca de essência e a pessoa passa a ser um entrante, segundo interpretação de vários estudiosos

Estes são invariavelmente seres interdimensionais de grande desenvolvimento cognitivo, alquímicos, ascetas, espíritos altamente desenvolvidos benevolentes ou malignos. O outro ser, que concorda em ceder o corpo, é normalmente uma pessoa saudável, mas depressiva e desestimulada. Nesse caso, é analisada toda a programação cármica da sua vida, quando são observados vários fatores, tais como idade, família, carmas pendentes, saúde, conduta e vícios e, principalmente sua integridade celular (não pode ser transplantado). Desde que concorde ou não esse individuo é preparado em nível subconsciente e, estando pronto, será arranjada uma forma de perder a consciência durante alguns minutos para que seja feita a troca. Todo esse processo seria impossível sem a ajuda de outras inteligências, tanto no plano astral quanto no físico.
Antes disso, o corpo que será abandonado tem também que estar em prefeito equilíbrio, não podendo ter sofrido nenhum tipo de enxerto celular durante a vida. Deve também ser levado para algum local isolado e assistido por quem conhece o processo que, uma vez concluído, encerra toda a atividade celular e seus fluidos etéreos são esvaídos. Ai então o corpo físico deve ser consumido integralmente pela natureza.  Houve muitos processos como esse na Antiguidade. Contam estudiosos que nos continentes supostamente extintos de Atlântida e Lemúria aconteciam com mais freqüência e facilidade, pois seus povos seriam mais preparados espiritualmente que os de hoje. Há também casos famosos de troca de essência no Oriente, como o de Buda, cujos procedimentos exatos supostamente até hoje são reproduzidos pelos tibetanos. Embora um tanto diferente pelas circunstâncias em que se deu, foi o de Jesus, dando lugar ao avatar Cristo.
Não nos resta qualquer dúvida de que muitos destes seres que tomam corpos humanos sejam entidades espirituais caídas ou extraterrestres que necessitando manifestar-se para quaisquer missões em nosso planeta ou plano físico espiritual, procuram “veículos” para tal tarefa – no caso o corpo humano. E para isso necessitam de pessoas influentes em nossa sociedade para poderem se utilizar de instalações hospitalares, além de recrutarem muitas vezes membros de ordens como Ordem da Centúria Dourada para ocuparem seus corpos com ou sem o consentimento dos mesmos, valendo-se de sua tecnologia para burlar a malha cármica.
Os textos existentes que abordam tal assunto, mais diretamente, são realmente raros, provavelmente ainda não o conheces, e aqueles, que já o abordaram, com o nome de transmigração, provavelmente desconhecem a verdade oculta, portanto, espero dar a este texto, uma melhor compreensão de tal tema ao vosso conhecimento.
O termo entrante, é o nome usado para determinar seres de origem espiritual, que não utilizam os meios Divinos (Lei Cósmica=Lei da Encarnação), para se estabelecerem e utilizarem um corpo de origem física encarnado em nosso meio. (transmigração). Para entendermos melhor o aqui exposto, é fundamental que compreendas, que os seres espirituais encarnados e desencarnados deste planeta que ainda estão expostos a Lei do Esquecimento, estão bem no meio de uma batalha espiritual que dura a alguns milhares de anos tempo Terra. Esta batalha é travada por seres de Luz, muito desenvolvidos e avançados, de um lado os que defendem a Lei Cósmica ou a Lei de Deus, de outro lado os seres que defendem o Individualismo, a não necessidade de se suprir diretamente da energia da Célula Mater e por conseqüência a não volta da Unidade ao Todo.

maçonaria

Como exemplo, mais recente do uso de entrantes por grupo organizados, temos, a Loja Maçônica da Centúria Dourada, a FOCG, loja ocultista de práticas mágicas negativas (magia negra), são 99 membros, onde o de número 100 é um demônio, produzido na forma de egrégora. Existem, atualmente espalhadas pelo mundo, 99 destas lojas, onde encontramos ligações estreita com a organização dos Illuminati, no dia 23 de junho, em intervalos de cinco anos, um dos membros é escolhido através de sorteio, para abandonar seu corpo físico em prol de um entrante, ou simplesmente, é eliminado, da vida física, através do uso de técnicas mágicas ocultistas, sendo seu lugar ocupado imediatamente por iniciados da ordem, que estavam a espera de uma vaga.

 

FONTE - http://bloglimitefinal.blogspot.com

   sugerido por magdalena.piga

Category : ESOTERISMO, CANALIZAÇÕES, UFOLOGIA Print

| Contact author |