"> TRATAMENTO PARA A SINDROME DO - ASTROLOGIA CÁRMICA | Bloguez.com - Bloguez.com
 

 TRATAMENTO PARA A SINDROME DO PÂNICO

19/5/2010

                                                      

                      

A Síndrome do pânico pode ser tratada pelo EFT de forma simples e prática, mas qual o método mais eficaz para esse trabalho ?

 

Existe várias formas de tratar esta síndrome com o EFT dentre elas temos:

 

1-   Tratar a síndrome em um único pacote   (Embora eu tenha síndrome do pânico eu me aceito completa e profundamente).

Ir realizando está afirmação até o alivio da síndrome e manter no  “bolso”  para qualquer emergência que possa surgir.

 

2-  Tratar a síndrome como um distúrbio do pensamento  (Embora eu acredite que o mundo é perigoso eu........).

Fazer as rodadas com as afirmações focando o positivismo na mente, e assim evocando a lei da atração.

A mente passa á trabalhar com perspectiva do bem maior e a proteção divina.

 

3-  Tratar a síndrome como um sintoma de conflitos interiores:  Neste método a análise dos conflitos é de fundamental importância, por que a raiz do problema encontra-se alojada em situações de vida onde o racional, sentindo-se ameaçado, ativa as defesas instintivas e não consegue desativa-las por que os problemas não estão resolvidos interna ou externamente.

 

Em situações de conflito durante a vida, os problemas que por algum motivo foram recalcados, e se acumularam durante os anos, acabam manifestando a síndrome do pânico.

O modo de trabalho neste caso é tratar cada um dos problemas mal resolvidos, e assim conseguir desativar as defesas instintivas.

 

Em suma, tratar a síndrome do pânico poderá ser feita de maneira completa, ou apenas aliviar os sintomas.

 

Analisando esses métodos pode-se perceber que  o tratamento da causa é a melhor forma de curar a síndrome,  não que as outras estejam errados, mas são apenas  paliativos,  e usados no momento certo podem ajudar muito.

 

Para facilitar coloco algumas frases de organização para cada um dos métodos :

 

 

1-  Tratar a síndrome do pânico como um único pacote:

 

“Embora eu tenha síndrome do pânico, eu me aceito completa e profundamente.”

 

“Embora eu sinta medo, eu me aceito completa e profundamente.”

 

“Embora eu não tenha controle, eu.....”

 

“Embora meu coração esteja acelerado, eu....”

 

“Embora eu sinta que vou morrer, eu....”

 

“Embora eu sinta esse mal estar, eu.....”

 

“Embora eu esteja ofegante, eu......”

 

“Embora meu corpo esteja em crise, eu.....”

 

 

2-  Tratar a síndrome do pânico como um distúrbio do pensamento.

 

“Embora eu acredite que o mundo é perigoso, eu me aceito completa e profundamente.”

 

“Embora eu acredite que o mundo é um lugar perigoso, eu.....”

 

“Embora eu acredite que não irei ficar curado da síndrome do pânico, eu...”

 

“Embora eu pense que estou em perigo, eu......”

 

“Embora minha mente acredite que tudo vai dar errado, eu....”

 

“Embora acredite que irei ter uma crise na rua, eu....”

 

“Embora eu tenha crises constantes, eu....”

 

“Embora tenha medo de sair, eu......”

 

“Embora tenha vergonha de ter uma crise, eu...”

 

“Embora eu esteja doente, eu escolho ser saudável e me amo e me aceito completa e profundamente.”

 

“Embora eu esteja com medo, eu escolhe ser forte e corajoso, e me amo e me aceito completa e profundamente.”

 

“Embora, meu medo seja mais forte do que eu, eu escolho superar as minhas dificuldades e me aceito completa e profundamente.”

 

“Embora eu tenha crises de pânico, escolho ser totalmente capaz de me controlar, e me amo e me aceito completa e profundamente.”

 

 

3-  Tratar a síndrome como um sintoma de conflitos interiores.

 

“Embora tenha medo de viver, eu me aceito completa e profundamente.”

 

“Embora tenha medo de ser eu mesmo, eu.....”

 

“Embora eu tenha medo de estar errado, eu....”

 

“Embora eu não consiga controlar o mundo, eu......”

 

“Embora minhas tentativas de progredir tenham fracassado, eu......”

 

“Embora eu não reaja aos meus problemas, eu.....”

 

“Embora eu não saiba o que fazer, eu.....”

 

“Embora eu me sinta perdido, eu.......”

 

“Embora eu seja inseguro, eu .....”

 

“Embora eu tenha sido muito reprimido, eu.....”

 

“Embora sinta culpa, eu....”

 

 

Site - Somos Todos Um

 

Category : SAÚDE, ENERGIA, CIÊNCIAS ALTERNATIVAS Print

| Contact author |