"> RELIGIÕES, RITUAIS, ORAÇÕES, MEDITAÇÕES, REFLEXÕES - CALENDÁRIO DE DUENDES E GNOMOS - Cromo - ASTROLOGIA CÁRMICA | Bloguez.com
 

CALENDÁRIO DE DUENDES E GNOMOS - Cromo Caio

Added 8/8/2012

O mundo dos duendes, gnomos, fadas, ou seja, de todos os elementais da natureza, é tão antigo quanto a própria terra. E, embora, muitos teimem em negá-los, eles são tão reais quanto os anjos e os espíritos.Eles existem em suas próprias dimensões e exploram nossos domínios, sem termos possibilidade de vê-los.

São mencionados no Egito como entidades que apareciam no momento do nascimento de uma criança e tinham o poder de prever seu futuro. Igualmente, na literatura sânscrita, cinco mil anos antes da nossa era, já eram conhecidos estes pequenos personagens, classificados hoje como duendes e gnomos. A "Cabala", faz referências a pequenos gênios que vivem debaixo da terra, que ajudaram Salomão na construção do Templo de Jerusalém. O "Talmud, por sua vez, afirma que as plantas eram habitadas por diminutas criaturas. Okuninushi, uma das deidades do Shinto japonês, descreve um deus que habitava no alto de uma árvore que navegou sobre a crista de uma folha e veio em sua ajuda. Era um anão chamado Sukuna-bikona, o qual cabia na palma de sua mão, cujo poder era tal, que ambos decidiram construir o mundo para o bem da humanidade, dedicando-se em primeiro lugar, a erradicar todas as enfermidades.

Na atualidade, estes pequenos seres, são investigados pela parapsicologia e são chamados de ECNI (Entidades coexistentes não identificadas). Há pessoas, que devido a uma especial sensibilidade, percebem este mundo sutil (no sensorial) e quando conseguem comunicar-se com eles, podem nos transmitir novas informações.

GNOMOS E DUENDES

Gnomos é uma denominação extraída do grego, genomos, cuja significação é: "o que vive dentro da terra". Os gnomos são mais velhos e mais poderosos do que os duendes. Preferem viver em ambientes naturais e tranqüilos. São os gnomos que comandam os duendes, que vão e vem constantemente para ajudar os humanos. A palavra "duende" é a apócope de "dono de casa". E realmente, estes personagens quando se instalam em algum lugar, ali permanecem.Os duendes se contrapondo as fadas, são todos masculinos. Os gnomos e duendes estão em harmonia com a natureza e seus tesouros. As pessoas que têm acesso a eles, e conseguem estabelecer um vínculo amigável, são agraciadas com muita sorte. Para contatá-los, devemos ter um conhecimento prévio da afinidade energética e de como vibram no decorrer dos doze meses do ano.

 

ESTE É UM DOS CALENDÁRIOS CONHECIDOS, EXISTEM VÁRIOS...ELEMENTAIS

MÊS DE JANEIRO GNOMO: "IGOR" DUENDE:"RIMON" PROPRIEDADES: Bem-estar - Proteção - Alegria. IGOR é um gnomo muito poderoso e ao iniciar um Novo Ano, é interessante chamá-lo para nos trazer prosperidade e harmonia. Melhoria financeira é um direito de todos nós. Viemos para este mundo para tornarmos vencedores, por isso não contente-se com pouco, pense grande, pois seu pensamento já é a materialização de um futuro promissor. Esse gnomo sempre é acompanhado pelo Duende RIMON, que é muito brincalão e alegre e pode ser visualizado à margem dos rios, confeccionando vasos de barro.

MÊS DE FEVEREIRO GNOMO: "ELIO" DUENDE: "WULL" PROPRIEDADES: Depressão - Tristeza - Beleza - Sedução ELIO é um gnomo que nos ajuda a melhorar a auto-estima, nos transbordando de forças e energias, necessárias para sairmos de depressões ou superarmos grandes desilusões. Também no amor e sedução é um grande aliado da mulher. Este gnomo pode ser invocado, em qualquer época do ano, mas é no mês de fevereiro que sua vibração torna-se maior.

MÊS DE MARÇO GNOMO: "HARUMH" DUENTE: "VERNY" PROPRIEDADES: Liberação Esse caudilho sempre vem acompanhado pelo duende VERNY, que nos auxilia a nos libertar de forças de baixo astral e limpar nossa casa e negócios. Se fazem presentes, chamando-os pelos nomes e acendendo um incenso de limpeza. Tanto HARUMH como VERNY são poderosos para limpezas.

MES DE ABRIL GNOMO: "ZOCOSS" DUENDE: "JEFTE" PROPRIEDADES: Trabalho - Dinheiro ZOCOSS é o caudilho do dinheiro, ao qual devemos pedir trabalho. Ele é um grande protetor e administrador monetário que nos orienta com a administração de nosso dinheiro. Dinheiro ainda, não "cai do céu", nem "cresce em árvores", portanto precisamos ganhar o dinheiro. Para ganhá-lo, precisamos trabalhar. A nossa natureza anseia pela possibilidade de expressão que denominamos "trabalho". Sem ele, sofremos uma grande perda da nossa dignidade. Invocando esse gnomo e o duende JEFTE, eles nos ajudarão de imediato a acomodar todo o tipo de situações referentes a trabalho e dinheiro.

MÊS DE MAIO GNOMO: "GIAFAR" DUENDE: "CLION" O gnomo GIAFAR, nos dará forças quando nossa energia decaí, vítima dos avatares da vida. É bom invocá-lo, quando estamos com nossas defesas muito baixas, muito estressados ou quando tivermos diante de uma delicada decisão de negócios. GIAFAR nos enviará então CLION, que nos acompanhará, protegendo-nos e nos envolvendo com um círculo magnético que nos energizará.

MÊS DE JUNHO GNOMO: "PAN" DUENDE: "YARK" PROPRIEDADES: Paciência - Entendimento O gnomo PAN é um caudilho que se todo invocar em qualquer momento de nossas vidas que nos for exigido calma. A ansiedade e o nervosismo pode nos levar à atos impulsivos e indesejados. PAN também nos ajuda para alcançarmos o entendimento, principalmente o âmbito familiar. É YARK que nos trará como presente a vibração necessária para a calma se estabelecer.

MÊS DE JULHO: GNOMO: "RASCHIB" DUENDE: "EDOSS" PROPRIEDADES: Confiança - Segurança -Zêlo Esse gnomo nos ajuda a trabalharmos a falta de confiança de nós mesmos, como também, os sentimentos de inveja e ciúmes que obscurecem nossa aura. O descrédito pessoal pode levar-nos à desejos destrutivos. Todos nós nascemos com algum dom que é inigualável. RASCHIB, quando chamado, virá em nosso auxílio, limpando nosso campo áurico e nos outorgando confiança e segurança. Seu colaborador, o duende EDOSS, enviará então seus raios com cor de arco-íris para uma total harmonia.

MÊS DE AGOSTO: GNOMO: "MOBARACK" DUENDE: "OLDH" PROPRIEDADES: Saúde - Gestação - Fé Este gnomo conhece todos os poderes mágicos-alquímicos deste planeta. Devemos chamá-lo em casos de qualquer tipo de problema de saúde, dores e proteção do feto durante sua gestação. MOBARACK possui um grande poder energético e ao ser chamado, virá imediatamente desferindo luz para as partes doentes de nosso corpo. É necessário, entretanto, que tenhamos em nossa mão uma pedra de cristal de quartzo. O duende OLDH é quem aliviará os males de dor de cabeça e problemas estomacais.

MÊS DE SETEMBRO: GNOMO: "JENNY" DUENDE: "PYLOO" PROPRIEDADES: Amor - União - Harmonia JENNY é o gnomo do amor, caudilho dos apaixonados, mas que detesta mentiras e enganos. Só o chame quando houver problemas de índole amorosa ou de desunião, com o seu cônjuge ou familiar. PYLOO é o duende que virá em nosso auxílio, com seus raios violetas para transmutar as energias negativas para positivas, que cercam nossos entes queridos.

MÊS DE OUTUBRO GNOMO: "HARUKO" DUENDE "SMARK" PROPRIEDADES: Proteção - Afugentar todo o mal. Esse caudilho possui um efeito de proteção incrível. Zela pelos humanos não permitindo que nada de mal lhes aconteça. Tanto HARUKO como SMARK, nos encerram em uma bolha de cor dourada, rebotando todas as energias negativas que tentem nos atingir. Eles amam muito crianças e velhinhos.

MÊS DE NOVEMBRO: GNOMO: "OTBAT" DUENDE: "BASY" PROPRIEDADES: Dinheiro - Azar - Juízos O gnomo OTBAT é o caudilho que cuida do caldeirão de ouro. É ele que nos orienta no que se refere ao tema de dinheiro e juízos. Ao chamá-lo, virá para iluminar nossa mente para não nos equivocarmos no caminho do dinheiro e da justiça. O duende BASY já nos ajuda em jogos e em tudo o que se refere a azar.

MÊS DE DEZEMBRO: GNOMO: "MAGREBIN" DUENDE: "VIKRAN" PROPRIEDADES: Fortaleza - Entusiasmo - Saúde - Dinheiro - Amor Esse caudilho exerce efeito de limpeza tanto no interior como no exterior. Afugenta todas as ondas de negatividade que nos rodeiam. Como é o último mês do ano, dezembro exige demais de todos nós e o gnomo MAGREBIN ao escutar nosso chamado, virá para nos envolver com os seus raios dos sete poderes, que nos deixará mais revigorados e entusiasmados para encararmos as festividades desse mês. O duende VIKRA, que vem para assessorar MAGREBIN, afugentará todo o mal de nossas vidas.

No dia de natal seria muito bom, depositarmos no jardim uma taça com vinho, mel e avelãs como agradecimento a este povo pequeno, que tanto nos ajudou durante todo o ano.

07 de dezembro - Calendário Mágico DIA DE GHOB Ghob é o Rei dos Gnomos, também conhecido como Chobb, e costuma andar em companhia de Uriel, arcanjo que governa esta categoria de elementais. Ele governa o reino mineral e pode conferir o ouro espiritual. O Rei Ghob fornece os poderes mágicos aos gnomos e a força para que eles consiguam proteger os tesouros secretos da humanidade. É poderoso e comanda todo o mundo místico dos gnomos e duendes. É atarrancado, pesado e denso; aparece na imagem tradicional do gnomo, ou “goblin”, transparecendo idade avançada, força animal e uma grande sensação de “peso” intrínseco.

Procure andar descalço na natureza enquanto visualiza o que deseja, abrace uma árvore frondosa e ofereça algumas pedras a Ghob em sinal de agradecimento por todos os tesouros da sua vida!!! No seu dia, oferte-lhe um pequeno tesouro, deixe em uma caixinha algumas moedas douradas, doces e balas e outros objetos pequeninos enterre-a oferecendo esses “tesouros” a Ghob.

Category : RELIGIÕES, RITUAIS, ORAÇÕES, MEDITAÇÕES, REFLEXÕES

OS DEZ DECRETOS DO ARCANJO MIGUE

Added 16/7/2012

 

vela luz

PRÁTICA:

• Imprima uma folha com os Decretos.

• Reserve de 10 a 15min diários, de preferência ao nascer ou ao por do Sol.

• Coloque-se defronte a um espelho, olhe firme e diretamente para os seus olhos e o Chacra Frontal.

• Leia os decretos em voz alta para si mesmo. Esta prática irá promover a necessária reprogramação do subconsciente, permitindo-lhe viver em PLENA LIBERDADE, de acordo com as novas e elevadas vibrações que estarão presentes na Terra neste ano.

Lembre-se sempre: em todos os setores de nossas vidas, especialmente no aprimoramento espiritual, é necessário PACIÊNCIA, PERSEVERANÇA e DISCIPLINA!

DECRETOS

1. Renuncio a quaisquer expectativas relativas à minha evolução e progresso espiritual. Vivo no momento em cada dia, concentrando-me no objetivo de restabelecer a harmonia e o equilíbrio do meu corpo, do meu espírito, das minhas emoções e do todo com o meu Eu Superior.

2. Anulo todos os acordos feitos com a minha mãe, pai, filhos, enteados, marido (ou mulher), ex-mulher (ou ex-marido) ou quaisquer outras pessoas que me possam reter na terceira dimensão.

3. Renuncio a todos os conceitos inválidos sobre o meu valor, a minha percepção do amor, da alegria, da paz, da segurança, da harmonia, da abundância, da criatividade, da vitalidade, da juventude, da saúde e do bem-estar, da velhice e da morte.

4. Renuncio à necessidade de querer salvar o mundo ou qualquer ser humano que nele se encontra. Tenho consciência de que a minha missão é aceitar a minha mestria e viver sendo um exemplo de vida e de amor sem esperar nada em troca de ninguém.

5. Liberto-me de todos os preconceitos e memórias celulares quanto ao meu corpo físico. Reivindico o meu direito divino à beleza, vitalidade, saúde e bem-estar, consciente de que são o meu estado natural e que basta seguir os impulsos do espírito para que essa perfeição se manifeste.

6. Renuncio a quaisquer expectativas quanto à minha criatividade e ao meu trabalho. Trabalho e crio por prazer, ciente que a abundância e os recursos provêm do Espírito e da minha autoconfiança e não apenas do meu esforço.

7. Renuncio a quaisquer condições da terceira dimensão que as instituições governamentais ou afins me queiram impor. Não poderão controlar a minha pessoa, nem a minha abundância ou segurança. Tenho plenos poderes para manifestar a segurança, ser independente e comandar o meu próprio destino.

8. Liberto-me de todos os resíduos e dívidas cármicas, bem como das energias impróprias existentes em mim e no meu corpo físico, emocional e astral. Resolvo todos os condicionamentos com agrado e desembaraço para expandir a luz e me unir aos co-criadores do Paraíso na Terra.

9. Liberto-me de todos as concepções falsas sobre a minha capacidade de alcançar o conhecimento, a sabedoria e as informações pertinentes provenientes do Espírito e das dimensões superiores. Obtenho assim novos conhecimentos, conceitos e sabedoria que me permitem aprender, crescer e servir de exemplo vivo.

10. Renuncio a qualquer juízo, idéia pré-concebida ou expectativa relativamente a outros seres, sabendo que estes se encontram no seu perfeito lugar e evolução. Transmito-lhes Amor e encorajamento e limito-me a oferecer-lhes informações quando mas pedirem, tendo o cuidado de lembrar-lhes que a minha verdade pode não ser a deles.

colaboração Lu Queiroga

Category : RELIGIÕES, RITUAIS, ORAÇÕES, MEDITAÇÕES, REFLEXÕES

DEIXE A RAIVA SECAR...

Added 2/7/2012

 

secar

Mariana ficou toda feliz porque ganhou de presente um joguinho de chá todo colorido. No dia seguinte, Júlia sua amiguinha veio bem cedo convidá-la para brincar. Mariana não podia, pois iria sair com sua mãe naquela manhã. Júlia então, pediu a coleguinha que emprestasse o seu conjuntinho de chá para que ela pudesse brincar sozinha na garagem do prédio. Mariana não queria emprestar, mas, com a insistência da amiga resolveu ceder, fazendo questão de demonstrar todo o seu ciúme por aquele brinquedo tão especial.

cha

Ao regressar do passeio, Mariana ficou chocada ao ver o seu conjuntinho de chá jogado no chão. Faltavam algumas xícaras e a bandejinha estava toda quebrada. Chorando e muito nervosa, Mariana desabafou: "Está vendo, mamãe, o que a Júlia fez comigo? Emprestei o meu brinquedo e ela estragou tudo e ainda deixou jogado no chão. Totalmente descontrolada, Mariana queria porque queria, ir ao apartamento de Júlia para pedir explicações.

Mas a mãe, com muito carinho ponderou: "Filhinha, lembra daquele dia quando você saiu com seu vestido novo todo branquinho e um carro passando jogou lama em sua roupa? Ao chegar em casa você queria lavar imediatamente aquela sujeira, mas a vovó não deixou. Você lembra o que a vovó falou? Ela falou que era para deixar o barro secar primeiro. Depois ficava mais fácil limpar.

Pois é, minha filha com a raiva é a mesma coisa. Deixa a raiva secar primeiro. Depois fica bem mais fácil resolver tudo. Mariana não entendeu muito bem, mas resolveu seguir o conselho da mãe e foi para a sala ver televisão. Logo depois alguém tocou a campainha. Era Júlia, toda sem graça com um embrulho na mão. Sem que houvesse tempo para qualquer pergunta, ela foi falando: "Mariana, sabe aquele menino mau da outra rua que fica correndo atrás da gente? Ele veio querendo brincar comigo e eu não deixei. Aí ele ficou bravo e estragou o brinquedo que você tinha me emprestado.Quando eu contei para a mamãe ela ficou preocupada e foi correndo comprar outro brinquedo igualzinho para você. Espero que você não fique com raiva de mim. Não foi minha culpa".

"Não tem problema, disse Mariana, minha raiva já secou". E dando um forte abraço em sua amiga, tomou-a pela mão e levou-a para o quarto para contar a história do vestido novo que havia sujado de barro.

Nunca tome qualquer atitude com raiva. A raiva nos cega e impede que vejamos as coisas como elas realmente são. Assim você evitará cometer injustiças e ganhará o respeito dos demais pela sua posição ponderada e correta. Diante de uma situação difícil. Lembre-se sempre: Deixe a raiva secar!!! Atitudes tomadas na hora da raiva, na grande maioria das vezes, não trazem consequencias positivas para ninguém. 

gt

Category : RELIGIÕES, RITUAIS, ORAÇÕES, MEDITAÇÕES, REFLEXÕES

SABEDORIA & IGNORÂNCIA INTERIOR - Bel Cesar

Added 15/4/2012

 

 

O perigo dos pequenos pensamentos negativos

mentegrande

 

Como é verdadeiro o fato de que basta seguirmos um ínfimo pensamento negativo para desencadearmos uma série de dúvidas e frustrações! Nossos pequenos pensamentos negativos são como um vírus, que rapidamente se multiplica e cresce, causando-nos febre e mal-estar.

 

É preciso manter nossa mente sob uma lente de aumento de microscópio.

 

Como são tantos os pensamentos que fluem em nossa mente, na maioria das vezes não nos damos conta do quanto somos invadidos por atitudes mentais destrutivas. É como a gripe: na maioria das vezes, só percebemos que estamos gripados quando começamos a nos sentir mal. Mas assim como é possível reverter um processo gripal se soubermos identificar seus menores sintomas, podemos reverter a mente negativa ao aprender a identificá-la assim que ela surgir.

 

Lama Gangchen Rinpoche nos ensina a reconhecer os menores sinais de mudança de nossa mente nas diversas expressões de rosto: elas refletem as nuanças de cada forma-pensamento. Para tanto, ele nos estimula a usar nossa capacidade de manter a atenção como um espelho. Isto é, se estivéssemos vendo nossa imagem 24 horas refletida num espelho, ficaríamos surpresos ao ver quantas de nossas expressões faciais não são tão belas quanto aquelas que tentamos fazer quando nos olhamos no espelho rapidamente para nos arrumar.

 

Se não queremos mais ter faces feias, temos que começar por admitir que costumamos fazê-las, alertou Lama Gangchen Rinpoche em seus ensinamentos.

 

Mas, por que fazemos faces feias? Rinpoche nos lembra que estas faces expressam nossa fome e sede interior que se agravam à medida que não fazemos nada para saciá-las! Costumamos perder mais tempo nos lamentando da fome do que gerando recursos para supri-la. Isso ocorre porque conhecemos pouco os alimentos da alma. O que torna nossa mente sutil satisfeita?

 

São atitudes que nutrem nosso corpo e mente sutil: orar, recitar mantras, fazer visualizações criativas, assim como mover o corpo com gestos pacíficos. Temos que admitir que nossas atitudes habituais não nos nutrem verdadeiramente, pois são o resultado de uma mente pequena que quer apenas se proteger, se defender. Mas possuímos também uma mente grande, que busca naturalmente por evolução.

 

Thomas Moore, em seu livro O que são almas gêmeas (Ed. Ediouro), comenta que por mais verdadeiros que sejam os problemas da vida prática, eles nunca são idênticos às preocupações da alma. Por isso, escreve: Para nos devotarmos à alma, talvez seja preciso soltar outros vínculos, e para permitir que a alma expresse sua própria intencionalidade e propósitos, talvez tenhamos que abrir mão de antigos valores e expectativas.

 

De fato, as exigências da alma podem nos parecer paradoxais. Por exemplo, quem não conhece o desejo de querer se libertar das atitudes baseadas no apego, como o ciúme? Apesar da alma não querer viver sob a tensão do controle, nossa mente pequena encontra apenas segurança quando controla tudo e todos...

 

Por isso, sentir a satisfação interior é uma tarefa difícil demais para uma mente pequena!

 

Lama Gangchen nos ensina a diferenciar as atitudes mentais entre uma pequena e uma grande mente. Quanto estamos sob os ditames da mente pequena, dizemo-nos: Eu não sei... eu não quero... eu não posso... Mas quando atuamos com nossa mente grande, proclamamos sem dificuldade: OK, eu posso lidar com esta situação, seja ela agradável ou não.

 

A mente grande não rejeita nenhuma experiência da vida. Afinal, ela não está contaminada por atitudes covardes ou indulgentes. Se passarmos a observar honestamente quantas situações podemos enfrentar se não seguirmos nossa mente pequena, ficaremos surpresos e felizes em notar que podemos fazer muito mais do que estamos habituados.

 

Temos que admitir que as atitudes mentais de uma mente pequena não nos nutrem verdadeiramente, pois são o resultado da insegurança. Uma mente pequena diz que não sabe, mesmo antes de se questionar. Diz que não quer, sem ter consultado seus desejo mais profundos. Baseadas na carência, são atitudes que buscam se defender sem até mesmo terem sido atacadas. Uma mente pequena é tendencialmente competitiva. Apesar de ser uma mente baseada na crença de ser excluída e solitária, não busca por união. Já a mente grande busca naturalmente evoluir, unir, comungar.

 

A mente pequena nutre o sofrimento, enquanto que a mente grande sabe como absorvê-lo. O sofrimento perde sua força ao passo que é reconhecido pela mente grande. Por isso, os mestres budistas nos incentivam a dialogar com o nosso sofrimento. Lama Gangchen nos fala: Deixe a sua sabedoria conversar com a sua ignorância. Dê tempo e espaço para sua sabedoria de expressar. Ela não deve ficar oprimida pela ignorância.

 

A agitação interior é um reflexo do movimento de uma mente pequena. Se nos determinarmos a não segui-la e, cultivarmos uma atitude de calma e a atenção, já estaremos manifestando naturalmente nossa mente grande!

 

Bel Cesar é psicóloga e pratica a psicoterapia sob a perspectiva do Budismo Tibetano. Trabalha com a técnica de EMDR, um método de Dessensibilização e Reprocessamento através de Movimentos Oculares. Autora dos livros Viagem Interior ao Tibete, Morrer não se improvisa, O livro das Emoções, Mania de sofrer e recentemente O sutil desequilíbrio do estresse, todos pela editora Gaia.

Fonte: http://anjodeluz.ning.com/forum/topics/o-perigo-dos-pequenos-pensamentos-negativos?xg_source=activity

 

Contribuição de Cris kauer

Category : RELIGIÕES, RITUAIS, ORAÇÕES, MEDITAÇÕES, REFLEXÕES

SALVE A PRIMAVERA - Rose Aielo Blanco

Added 8/4/2012





"Quando as nuvens parecerem pedras e flores, a terra será renovada por chuvas de primavera".


E chega a primavera! É o despertar da natureza que sai de seu repouso de inverno e traz um renascer, uma renovação que invade a vida vegetal e animal. Para nós, humanos, também é um tempo de recarregar as energias, absorver a força da natureza, revigorar e rejuvenescer.

Povos antigos realizavam rituais a cada mudança de ciclo da natureza, ou seja, a cada mudança de estação. E os rituais de primavera eram valorizados por celebrarem a fertilidade, para marcar o início de um período de abundância e generosidade da Mãe Natureza.

Nessa época, no Equinócio da Primavera, povos antigos da Europa celebravam rituais em homenagem à deusa Eostar, também chamada Eostre, Ostera ou Esther - a deusa que presidia o nascimento da primavera e o despertar da vida na Terra.

O ritual do Equinócio da Primavera também recebia vários nomes, como Sabá do Equinócio da Primavera, Sabá do Equinócio Vernal, Festival das Árvores, Ostara e Rito de Eostre. Era essencialmente um rito de fertilidade. A deusa Eostre era simbolizada segurando um ovo na mão e observando um coelho pulando aos seus pés.

Mais tarde, o cristianismo transformou esta festa na Páscoa. A própria palavra "Esotre" ou "Ostara" deu origem ao termo Easter (Páscoa, em inglês). No hemisfério Norte, a Páscoa é celebrada justamente próximo ao início da primavera. Até os dias atuais, o Domingo de Páscoa é determinado pelo antigo sistema do calendário lunar, colocando este dia sagrado para os cristãos no primeiro domingo após a primeira lua cheia, ou após o Equinócio da Primavera. E a Páscoa celebra justamente a ressurreição, o renascimento.

Outros fatores também podem indicar a relação da celebração da Páscoa com os antigos rituais da primavera. O coelho e os ovos, além de participarem da representação da deusa Eostre, eram antigos símbolos de fertilidade e renascimento. Além disso, decorados e pintados com vários símbolos mágicos, os ovos eram lançados ao fogo ou enterrados como oferendas à Deusa. Ovos cozidos também eram consumidos durante os ritos de primavera, junto com outros alimentos sagrados como bolo de mel e frutas da estação.


Os celtas realizavam no Equinócio de Primavera o ritual de Ostara - que marcava o ponto nodal no giro da roda do ano, quando o poder da luz começa a ganhar ascendência sobre o poder das trevas. Uma simbologia interessante, pois em Ostara, a duração da noite e do dia são iguais. A luz começa a vencer a escuridão e a partir daí o dia terá maior duração que a noite, inspirando a reprodução das criaturas na Terra e marcando o início de uma época propícia para iniciar, agir e semear. O ritual marcava o início do plantio, tanto físico como espiritual.

Alguns símbolos relacionados aos rituais do equinócio de primavera são as flores e os ovos decorados. Neste dia, povos antigos da Europa colhiam flores nos campos e as levavam para casa, pois acreditavam que as flores colhidas neste equinócio tinham potenciais mágicos e, por meio delas, seriam capazes de se conectarem à poderosa energia renovadora da Natureza. Depois, essas flores eram secas e com elas faziam-se enfeiteis para as casas, que permaneciam até o ritual de Ostara do ano seguinte, época em que eram trocados por novas flores, de forma a garantir a continuidade da renovação, trazendo saúde e prosperidade.

Mesmo nos dias atuais, em meio a tanta tecnologia e conhecimento científico, podemos aproveitar a chegada da primavera para retomar nosso contato com a Mãe Natureza e atrair boas energias de renovação e prosperidade para a nossa vida. Embora atualmente seguidores de sabedorias diversas ainda pratiquem certos rituais ligados aos ciclos da natureza, não é preciso participar de um Sabá para celebrar esta passagem de ciclo tão simbólica. Pequenos e simples rituais podem ser incorporados em nossa rotina para nos lembrar que não estamos aqui por acaso e que não só influenciamos como também somos influenciados por este grande ser do qual fazemos parte: a Mãe Natureza.

Que tal aproveitar este período para atrair prosperidade e encher a sua vida de energia renovadora? Então aí vão algumas dicas para você fazer seu próprio ritual de primavera:

No Brasil, o equinócio de primavera ocorre geralmente no dia 22 de setembro, com a entrada do Sol no signo de Libra. Alguns dias antes, podemos fazer uma espécie de "dieta da purificação" , eliminando os alimentos e bebidas considerados mais pesados, como a carne vermelha, as bebidas alcoólicas e as ricas em cafeína, os embutidos e enlatados, etc. Isso tudo para que nosso organismo ganhe energias mais sutis. O consumo de chás sem cafeína também é indicado. Alguns deles têm a fama de promover a limpeza do organismo e facilitar a abertura da intuição, é o caso dos chás de anis, canela, alecrim e manjericão.


Enfeite a casa com flores e frutas. Para estimular determinadas energias, é possível escolhê-las de acordo com sua relação aos planetas. Abaixo segue uma lista para servir de orientação. Se desejar, pode escolher aquelas relacionadas apenas ao planeta regente de seu signo:

PLANETA ........................FLORES............................FRUTAS

Marte ...................cravos e rosas vermelhas ....................goiaba e manga

Vênus .......................rosas cor-de-rosa ...........................maçã

Mercúrio ..............margaridas e crisântemos amarelos ..........frutas cítricas

Lua.......................jasmim e rosas brancas .......................melancia

Sol ....................girassol e flores cor-de-laranja ................melão

Júpiter .................íris e flores roxas ou lilases ..................uvas

Saturno ..................folhas verdes em geral ........................abacaxi

Urano .....................orquídeas e strelitzia ..........................kiwi

Netuno ...................lírios brancos e nenúfar .........................coco

Plutão .....................copo-de-leite .................................amora

* Vista-se com roupas de cores claras ou estampadas com flores e tome banhos perfumados com cravo e canela. Os perfumes mais indicados para este período são os de lavanda e de rosas

* No dia do equinócio de primavera, acenda velas perfumadas, de cores claras e espalhe pelos ambientes. Quando estiver acendendo as velas, se desejar, mentalize a seguinte frase: "Abençoada seja a Primavera que regressa, que a roda da vida sempre gire, que assim seja e que assim se faça!".

* Para se conectar com as energias da natureza, é recomendável fazer passeios em parques e praças, observando a mudança de ritmo da natureza nas plantas e nos insetos e sentindo a grandeza deste momento tão especial, repleto de energia renovadora.


ANNE SCANDELL.
Postado por Anne Scandell fadacom 
http://fadacom.blogspot.com/2009/10/rituais-de-primavera.html

colaboração de Andrea Cortiano

Category : RELIGIÕES, RITUAIS, ORAÇÕES, MEDITAÇÕES, REFLEXÕES
| Contact author |